Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2018

Dos 37 para os 38 - Hoje é o meu dia

Quando o calendário vira a 31 de Dezembro, temos tendência a fazer um balanço de como correu o ano e a rotular se foi "bom" ou "mau". Decidi que este ano ia fazer uma recapitulação dos últimos 12 meses e de como as coisas mudaram na minha vida. Sei que os “37” foram um ponto de viragem. Hoje é o "meu" dia porque faço 38 anos. 

Abril 2017 A semana do meu aniversário foi HORRÍVEL no trabalho (e consequentemente foi uma semana horrível na minha vida). Lembro-me claramente pelos piores motivos. Causou-me mau estar físico, psicológico, angústia, ansiedade…mas tive de aguentar 12 horas por dia; Sinto um remoinho dentro de mim cada vez que me lembro.  Foz do Arelho, 25 de Abril 2017 (e as partes boas eram quando estava com ele, com a família ou amigos)

 Maio 2017
Tentei que fosse um mês menos mau que o anterior, e tentei aproveitar os bocadinhos e fins de semana com os rapazes, mas há uma diferença entre "estar de fds" ou "estar de fds despreocupada&qu…

Passadiços do Paiva – da teoria à prática

Esta foi a excursão que tinha todas as premissas para ser feita com um tempo ameno e sem grandes reboliços…mas os planos saíram todos ao contrário. Não foi por isso que deixou de ser um passeio interessante e a verdade é que gostei da experiência.
“Final de Março” e o nosso cérebro activa logo “ primavera e bom tempo”. Fomos acompanhado as previsões de tempo e deu para perceber que não ia ser famoso, mas decidimos ir na mesma. A excursão estava paga e para mim, quando assumo um compromisso, não gosto de deixar os outros mal. Se fosse uma ida independente, provavelmente teria ficado sem efeito.
O dia começou às 5h20 da manhã, depois de apenas 4 horas e pouco de descanso. O encontrou-se deu às 6h30, mas efectivamente a excursão só saiu da Benedita às 06h50. Dois autocarros e 110 pessoas no total.
A viagem de ida demorou 4 horas porque houve engano no caminho. O pior foi que, esse engano deu direito a 1 hora de curvas, no meio de uma serra onde não se via viva alma. Fiquei MUITO enjoada e m…

Março...de 1 a 31!

Não senti Março passar.  Se olhar para trás, acho que nem fiz nada. No entanto…
Desde dia 04 de Março que,com grande consistência, tenho feito vlogs semanais e com registo diário das minhas coisas de dia-a-dia, por isso sei que não foi um mês que passou em vão. Os vídeos já estão editados, mas estão na esfera privada. Tenho-me divertido muito com a edição e é muito engraçado ver algumas reações que eu nem me lembrava que tinha tido. Inclusive, ando a editar coisas que gravei no ano passado. Se bem que eu ache que a escrita (no blog) é importante, ultimamente tenho sentido falta de alguma coisa mais “vivo e vivido”. Acho que as fotografias continuam a ser ótimos “auxiliares de memória” para acontecimentos especiais, mas é mais difícil de nos conseguirmos “lembrar” e “duplicar” os detalhes. Depois do meu pai falecer, eu tive um mini ataque de pânico a pensar “ e se eu me esqueço do timbre da sua voz, da maneira como ele ralhava com a televisão, da maneira como ele “falava a ralhar”....??!!!…