Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

Cuidados da pele - Rotinas e ácidos "The Ordinary"

Não sou dermatologista, nem facialista, nem especialista de coisa nenhuma, por isso a informação deste post reflecte a minha experiência pessoal e o que tenho pesquisado e lido em publicações que considero fidedignas.
Se me falassem há uns anos de "peeling" ou achava logo que era uma coisa muito radical e por "exfoliante" entendia que era aquela pasta dolorosa tipo "areia com agua". Com as pesquisas, fui entendendo as coisas de uma maneira diferente.

Adoro ouvir falar quem sabe realmente sobre produtos e explica as coisas de maneira que os leigos entendam. Recomendo vivamente duas senhoras que trabalham na "beauty industrie" : Caroline Hirons (UK) e  Stephanie Nicole (US) .

A minha pele da face sempre foi "boa". Não tive grandes crises de acne, nem marcas muito visíveis e sempre suportou confortavelmente as minhas oscilações de peso. Nos últimos anos, tenho-me preocupado mais com a qualidade da pele e menos com a maneira de disfarçar as im…

Ready or not... 2018 está aí.

Não sinto vontade de fazer grandes balanços. Não sinto que tenha havido qualquer corte entre ontem (2017) e hoje (2018). Deitei-me e acordei exactamente igual, mas percebo que em termos de calendário seja tempo de fazer balanços e resoluções.
Na verdade se olhar para 2017, parece que só houve dois grandes momentos: um muito bom : a mudança de emprego e outro muito mau : a morte do meu pai.  O novo emprego (novos horários e nível de pressão muito diferente) deu-me a oportunidade de ser uma mãe mais presente física e psicologicamente: fizemos actividades, enquadrámos novas rotinas e consegui dar-lhe mais apoio.  A nível pessoal, a mudança profissional foi teve muita influência em mim : estou "mais leve", muito menos ansiosa e com vontade de projectar o futuro. O choque de realidade que levei com a morte do meu pai fez-e ter certeza de que na vida, ironicamente só a morte é que não tem remédio, todo o resto, por mais escuro que o buraco possa parecer, há sempre caminhos difere…