Avançar para o conteúdo principal

Últimos três meses de 2016

Apesar de uma total ausência por aqui, não poderia deixar de fazer um registo, ainda que leviano, do que se passou nos últimos 3 meses de 2016.

Outubro

Halloween - decoração a preceito. Fizemos um DIY com cartolinas e espalhamos morcegos pela sala toda. 
No dia 31 de Outubro, o tempo estava muito agradável para a época e fomos com amigos fazer o "doçura ou travessura". O Diego não percebeu bem o porquê de saltarmos de porta em porta a tocar às campainhas, mas eu  achei a experiência engraçada e espero poder repetir para o ano.

Aproveitámos o primeiro domingo do mês para ir visitar o Mosteiro da Batalha. Ainda temos um longo caminho a percorrer quando a "educação monumental", mas acho que quanto mais cedo começarmos a familiarizar as crianças com a história, mais fácil será de fazerem a contextualização.

Comprámos a primeira bicicleta para o Di. Foi um achado em 2ª mão e foi muito bom de ver a evolução que teve. No primeiro dia nem sabia "dar aos pedais". Hoje em dia, já consegue fazer quase todo o calçadão da Nazaré. Seguramente que na Primavera e Verão ainda vai desfrutar muito mais.

Exerci o meu dever de doar sangue. Tendo condições para tal, acho que não faço mais do que a minha obrigação ao contribuir para a reposição de stocks.

...e para não variar, sempre que é possível, fomos ver o mar à Nazaré.

A nível de eventos, não tivemos grande coisa e as notas seguintes são referentes a coisas "não essenciais", mas que nos fazem bem ao espírito.

Fui à Zara na busca de umas calças e quando estava a pagar, lembrei-me de cheirar os perfumes. Fiquei rendida ao cheirinho semi-doce, com um toque floral, mas nada enjoativo. O preço era muito amigo = 7.95€ e arrisquei. Já lá vai o tempo em que eu podia dar 50€ por um perfume #prioridades.

Recebi uma lata de Ecophane grátis! Havia uma campanha em que, com 3 códigos de barras, ofereciam grátis um produto igual. Não fiz nada de excepcional - foi só mesmo o aproveitar a promoção - e consegui 1 lata (no valor de 37€) e ainda me enviaram um daqueles cremes hidratantes dos que se usam no banho. Not bad at all.

Foi também tempo de reactivar as minhas echarpes, pashminas e afins. O tempo começou a arrefecer moderadamente e se tenho o colo sem protecção, o meu corpo arrefece de uma tal maneira que parece ter engolido um bloco de gelo.



Novembro 

Depois de alguns meses a penar porque a minha Nixon desfaleceu, no final de Novembro comprei uma nova máquina fotográfica. Aleluia!! Os planos são voltar a tirar mais fotografias e a registar mais coisas da minha vida. Penso sempre que não me vou esquecer das coisas, mas logicamente com a memória fraca como ando, nem sei o que comi ontem ao almoço, quanto mais o que fiz há 4 meses.

Nem me recordo bem do que fizemos, por isso, suponho que tenha sido um mês "chove não molha", sem muito para relembrar.


Nazaré
Parque na Marinha Grande


Dezembro

Obviamente que a palavra chave foi..."Natal".

A árvore foi feita no último fim de semana de Novembro e decoramos a casa com velas e flores.
Fizemos o calendário do advento, mas daqueles só de chocolatinhos mini dos Angry Birds; com isso, o Diego ficou com noção do encadeamento dos dias. 
Quando ele for maiorzinho, faremos um calendário com actividades. Este ano ainda não achei que fizesse grande sentido.

Na escolinha, tiveram tarefas semanais, que tinham de executar com a família e levar para lá. Agora, todos os dias me vai mostrar a pedrinha dele que está logo à entrada.

Apesar de ter tido 2 feriados, Dezembro foi o mês dos encontrinhos, jantares, almoços e parece que as semanas se pegaram umas nas outras. Entre outras tantas, tivemos os seguintes "eventos".

08.12
Fomos a Óbidos, com a esperança de o levar à Aldeia Vila Natal. As filas para os bilhetes eram pavorosas e não tive coragem de os fazer estar à seca durante 2 horas. Assim, demos uma voltinha pela Vila e não entramos no recinto do evento. Ainda pensei em voltar posterirmente, mas não surgiu mais nenhuma oportunidade. É claro que se tivesse voltado, os bilhetes seriam comprados antes de sair de casa.
Para o ano já sei!

11.12
Fomos a Leiria Cidade Natal e o Diego divertiu-se muito.

Castelo de Leiria - onde em todas as placas ele lia "Diego porta-te bem" #petasqueospaisdizemaosfilhos

16.12
Natal na Benedita...


17.12
Aproveitámos a época festiva e 30 anos depois, tivemos a 1ª reunião da Escola Primária, com direito a participação da professora. Foi muito bom voltar a ver pessoas que tinha perdido de vista e recuperar histórias e gargalhadas da infância.

22.12 
Natal das amigas...e das crianças

24.12 
Natal da Familia Santos. Este ano contabilizamos 36 membros presentes..

31.12
 Passagem do ano. Fizemos jantar para 11 pessoas, no entanto, a família acabou por debandar acabamos por fazer a virada do ano só os 3 (que era esse o plano original).

E foi isso! 2016 já era e que 2017 venha com tudo.

Comentários

  1. que 2017 seja um ano muito feliz e doce :)

    ResponderEliminar
  2. Oi Luciana, é sempre bom saber de ti :) que este seja um ano bom para ti e para a tua família e que realizes o que ambicionas. Beijinhos

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Um caso cabeludo...

Como é do conhecimento geral ( ou não!), a minha "área capilar" é dos sítios onde mais dinheiro tenho investido. Isto desde 2000 e troca o passo...
Sabem quando as mulheres se sentem invejosas com alguma coisa no corpo de outra mulher? Pois...a coisa que eu mais invejo é uma farta cabeleira e ver cabelos novos espetados a nascer! Esqueçam lá as coxas trabalhadas e os braços definidos! Se eu pudesse açambarcar alguma coisa de outra pessoa, era um cabelo mais farto.
Com a gravidez, não dava para fazer grande coisa, já que a maioria dos produtos eram contra indicados. Estava perfeitamente mentalizada que só iria retomar os tratamento lá para Outubro (supostamente seria quando deixaria de amamentar). Como as coisas tomaram outro rumo, deixou de haver razão para não atacar o mal pela raiz!
Alguns dias depois de ter parado a amamentação por completo, voltei aos cuidados capilares. Durante a gravidez o cabelo andou "o normal". Não senti "aqueles" benefícios tod…

Cuidados da pele - Rotinas e ácidos "The Ordinary"

Não sou dermatologista, nem facialista, nem especialista de coisa nenhuma, por isso a informação deste post reflecte a minha experiência pessoal e o que tenho pesquisado e lido em publicações que considero fidedignas.
Se me falassem há uns anos de "peeling" ou achava logo que era uma coisa muito radical e por "exfoliante" entendia que era aquela pasta dolorosa tipo "areia com agua". Com as pesquisas, fui entendendo as coisas de uma maneira diferente.

Adoro ouvir falar quem sabe realmente sobre produtos e explica as coisas de maneira que os leigos entendam. Recomendo vivamente duas senhoras que trabalham na "beauty industrie" : Caroline Hirons (UK) e  Stephanie Nicole (US) .

A minha pele da face sempre foi "boa". Não tive grandes crises de acne, nem marcas muito visíveis e sempre suportou confortavelmente as minhas oscilações de peso. Nos últimos anos, tenho-me preocupado mais com a qualidade da pele e menos com a maneira de disfarçar as im…

Hormonas e os seus efeitos colaterais

A queda de cabelo é um grande problema que tenho. Na realidade sofro de alopecia androgenética, ou seja "calvice tipicamente masculina". Vou controlando a situação com tratamento: gotas + pílula Diane 35 + Androcur. Este medicamente é o meu milagre e o meu desespero! Na Bula: "O Androcur é um medicamento hormonal que bloqueia o efeito de androgénios...; tem influência favorável em situações androgenodependentes, tais como crescimento excessivo de pêlos no hirutismo (NOT ME), perda de canelo (alopecia androgenética)..."(ME, ME!!!) Não é nada de alarmante porque me acontece SEMPRE que retomo o tratamento. Já tenho esta prescição há uns 3 anos e depois de alguns meses, faço uma paragem que acaba por coincidir com as alturas em que consigo andar mais equilibrada na balança.Tive de retomar o tratamento, mas estou expectante de que esta fase de adaptação, que costuma durar uns 3 a 4 meses, passe depressa. Os efeitos secundários em mim e que estou a sentir agora: Tensão Mamá…