domingo, 15 de janeiro de 2017

2017 - Janeiro - Semana 2

No domingo, 8.01.2017 - trocámos a nossa praia de sempre = Nazaré, por São Martinho. Levamos a bicicleta do Diego atrás e ele até deu uma pedaladas, ainda que ao seu ritmo "desritmado".




Como a fome já apertava, fomos direito ao shopping das Caldas para almoçar. O resto do dia foi passado em casa.

...e aproveitei o final do dia para fazer algum exercício. Tento aproveitar estes bocados para ver alguns vlogs, e ter um tempo "só para mim",  mas fica difícil porque o D. adora andar atrás.

Na segunda feira, trabalhei das 7h30 às 10h45, já que o Diego tinha consulta marcada de alergologia em Lisboa.
O pequeno almoço foi assim "sem sal" porque a disposição não era a melhor e a temperatura que o carro marcava às 7h15 eram uns incríveis -2ºC

Infelizmente a saúde de Portugal (e da Europa) estás assim: uma grande percentagem de pessoas com idade já "avançada", que não têm grandes apoios e se sentem (e muitos estão!) sozinhos.

Correu bem (e a Dra. tem atenção às crianças) às 16h já estávamos despachados e demos uma passada pelo Colombo.

O resto da semana (dias "úteis") não foi nada de especial: acordar, despachar tudo, deixar cachopo na escolinha, estar sempre a dizer " despacha-te filho que estou atrasada ", trabalhar 11 horas, voltar a casa, estar com o cachopo, organizar as coisas para o dia seguinte, dormir e...repeat.

Os fds são pelo menos mais diversificados - quer dizer, alguns são vira o disco e toca o mesmo, mas é uma brisa de ar para minorar o stress da semana.

No sábado, fomos com o Diego fazer análises para novo hemograma. Mais uma vez, portou-se maravilhosamente e não chorou. Enquanto esperávamos, o pai e filho ficaram a brincar e a fazer desenhos.

Depois disso, fui deixa-lo com a avó para que as lides domésticas fossem mais rápidas e eficazes. Eles mataram o bismo das saudades e a mim deu-me um jeitão.
À tarde, aproveitei para fazer uma daquelas tarefas que andava a adiar à meses: lavar edredons, carpetes e tapetes. Não os conseguia enfiar na minha máquina, apesar de ser de 8 kg e não ia a uma " lavandaria a sério " para pagar mais do que as peças me tinham custado.
Aproveitei que tinha aberto na terrinha, um espaço novo de self service wash station.
Enquanto esperava, o Diego ainda foi brincar ao parque de "diversões", como ele diz.


À tarde, tivemos também a festinha dos 3 anos da Ema.

Às 21h ainda fomos para outra festa de anos, desta vez da minha cunhada.
Uffffaaa...um dia em que emendei umas coisas nas outras


Domingo....

No sábado já me deitei com os sintomas, que se mantiveram no domingo. É sempre uma alegria sentirmos frio, suores, quente/frio, dor de cabeça, corpo todo partido e uma enorme vontade de não levantar o rabo do sofá.
...e recomecei a ler
...à tarde ainda tentamos ir passear, mas não andamos 3 km e ferrou-se a dormir. Como eu estava em estado gripal, demos meia volta e voltamos para casa.

Outras coisas a assinalar esta semana: 

.Senti muito frio (o corpo já devia estar com a gripe infiltrada) e para me sentir confortável e quentinha, adoro usar estes collants da Primark. Provavelmente são excessivos para muitas pessoas, porque são grossos, mas são os meus melhores amigos de Inverno, desde que a Primark abriu em Portugal.
 A nível geral, tenho-me alimentado melhor. Feito mais lanchinhos, diversificando mais... sinto que estou no bom caminho.

E a segunda semana do ano, está passada. Sem dar por isso já estamos a meio de Janeiro.


domingo, 8 de janeiro de 2017

A promessa de 2017 - Janeiro e a primeira semana

O que é que tenho planeado para 2017? 
Nada...e tudo.

2016 foi um ano "chove não molha". Não foi um ano mau, mas também não foi um ano bestial e nem tenho momentos excepcionalmente marcantes.
Os "pontos altos", aqueles que que ficam marcados no meu coração e cabeça, envolveram quase sempre o Diego. Sem dúvida que ele é a pessoa que mais me amolece a alma e com 2 anos e meio já tem a capacidade de me "lamber as feridas"...quando a regra é ao contrário.

Para 2017, quero ter muita saúde (pedido que está sempre no top) e o resto... ajeita-se. 
É daquelas coisas que, só quando não a temos é que nos lembramos dela, mas ao mesmo tempo é daquelas coisas que está sempre presente na minha cabeça: sem saúde fica tudo mais difícil.

Já disse em outros anos, lá vai o tempo em que achava, tal qual a Cinderela, que com a virada do dia 31 de Dezembro mudava tudo. Esqueciam-me as mágoas, os traumas e começava do zero. Ledo engano. A vida foi-me mostrando que pode ser altura de fazer balanço, mas que a mudança vem de dentro e não se realiza no relógio.

Os projectos pessoais para o próximo ano são básicos: em alguns objectivos usa-se "melhor", "mais", em outros"menos". Nada de excepcional.


Vou tentar fazer um balanço semanal, público ou não público, mas penso que a assiduidade será importante para me ajudar a ir pelo caminho certo.


Semana 1 

No primeiro dia do ano, começamos com a habitual visita à Nazaré. O tempo estava bom e levamos a bicicleta do Diego para ele andar. Isto é um teste de paciência  = demoramos 1 hora a fazer um caminho de 30 minutos, porque ele anda para a frente, sai da bicicleta, anda para trás, pára, arranca...


Aproveitei também para recomeçar muito lentamente a actividade física. Não quero ir "com muita sede ao pote". Quero mesmo é impor alguma regularidade. 

No dia 03.01.2017 fui ao dermatologista. Consulta de 4 minutos = 60.00€. Só continuo a ir, porque normalmente o Dr. é assertivo no tratamento; 

Na primeira semana, recebi também uma lembrança de Natal atrasada. Sabe sempre bem :)


A semana de trabalho não foi muito meiga e estava D-E-S-E-J-O-S-A que chegasse 6ªf..e ela chegou!!!!
Dia de Reis e noite de desmantelar a árvore de Natal. Tudo encaixotado e remetido para o sótão. Daqui a uns 10 meses voltaremos à acção. 


A nível alimentar, tenho-me comportado melhor: mais variedade, menos presa... 



No sábado, 7, aproveitamos o bom tempo e enquanto o pai foi ao mercado, nós fomos para o parque infantil (que está a precisar de uma intervenção urgente!).

Foi também dia de refazer as unhas de gel. Nas primeiras 2 semanas, o crescimento nem se nota muito, mas na 3ª semana ficam feias, exactamente porque é muito visível. 
 Unhas com 21 dias.
Estive entre estas 5 cores. O que é projectado na embalagem não jus à verdadeira cor. Optei pelo "Out to luch". Adoro este nomes meio sem nexo. Volto daqui a 3 semanas.
 Resultado final

No sábado, fiz(emos) também uma experiência de cheese cake. Aspecto miserável, mas com muito bom sabor. #elajácomeaçucar, mas isso fica para outro post.

A primeira semana foi assim. 

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Últimos três meses de 2016

Apesar de uma total ausência por aqui, não poderia deixar de fazer um registo, ainda que leviano, do que se passou nos últimos 3 meses de 2016.

Outubro

Halloween - decoração a preceito. Fizemos um DIY com cartolinas e espalhamos morcegos pela sala toda. 
No dia 31 de Outubro, o tempo estava muito agradável para a época e fomos com amigos fazer o "doçura ou travessura". O Diego não percebeu bem o porquê de saltarmos de porta em porta a tocar às campainhas, mas eu  achei a experiência engraçada e espero poder repetir para o ano.

Aproveitámos o primeiro domingo do mês para ir visitar o Mosteiro da Batalha. Ainda temos um longo caminho a percorrer quando a "educação monumental", mas acho que quanto mais cedo começarmos a familiarizar as crianças com a história, mais fácil será de fazerem a contextualização.

Comprámos a primeira bicicleta para o Di. Foi um achado em 2ª mão e foi muito bom de ver a evolução que teve. No primeiro dia nem sabia "dar aos pedais". Hoje em dia, já consegue fazer quase todo o calçadão da Nazaré. Seguramente que na Primavera e Verão ainda vai desfrutar muito mais.

Exerci o meu dever de doar sangue. Tendo condições para tal, acho que não faço mais do que a minha obrigação ao contribuir para a reposição de stocks.

...e para não variar, sempre que é possível, fomos ver o mar à Nazaré.

A nível de eventos, não tivemos grande coisa e as notas seguintes são referentes a coisas "não essenciais", mas que nos fazem bem ao espírito.

Fui à Zara na busca de umas calças e quando estava a pagar, lembrei-me de cheirar os perfumes. Fiquei rendida ao cheirinho semi-doce, com um toque floral, mas nada enjoativo. O preço era muito amigo = 7.95€ e arrisquei. Já lá vai o tempo em que eu podia dar 50€ por um perfume #prioridades.

Recebi uma lata de Ecophane grátis! Havia uma campanha em que, com 3 códigos de barras, ofereciam grátis um produto igual. Não fiz nada de excepcional - foi só mesmo o aproveitar a promoção - e consegui 1 lata (no valor de 37€) e ainda me enviaram um daqueles cremes hidratantes dos que se usam no banho. Not bad at all.

Foi também tempo de reactivar as minhas echarpes, pashminas e afins. O tempo começou a arrefecer moderadamente e se tenho o colo sem protecção, o meu corpo arrefece de uma tal maneira que parece ter engolido um bloco de gelo.



Novembro 

Depois de alguns meses a penar porque a minha Nixon desfaleceu, no final de Novembro comprei uma nova máquina fotográfica. Aleluia!! Os planos são voltar a tirar mais fotografias e a registar mais coisas da minha vida. Penso sempre que não me vou esquecer das coisas, mas logicamente com a memória fraca como ando, nem sei o que comi ontem ao almoço, quanto mais o que fiz há 4 meses.

Nem me recordo bem do que fizemos, por isso, suponho que tenha sido um mês "chove não molha", sem muito para relembrar.


Nazaré
Parque na Marinha Grande


Dezembro

Obviamente que a palavra chave foi..."Natal".

A árvore foi feita no último fim de semana de Novembro e decoramos a casa com velas e flores.
Fizemos o calendário do advento, mas daqueles só de chocolatinhos mini dos Angry Birds; com isso, o Diego ficou com noção do encadeamento dos dias. 
Quando ele for maiorzinho, faremos um calendário com actividades. Este ano ainda não achei que fizesse grande sentido.

Na escolinha, tiveram tarefas semanais, que tinham de executar com a família e levar para lá. Agora, todos os dias me vai mostrar a pedrinha dele que está logo à entrada.

Apesar de ter tido 2 feriados, Dezembro foi o mês dos encontrinhos, jantares, almoços e parece que as semanas se pegaram umas nas outras. Entre outras tantas, tivemos os seguintes "eventos".

08.12
Fomos a Óbidos, com a esperança de o levar à Aldeia Vila Natal. As filas para os bilhetes eram pavorosas e não tive coragem de os fazer estar à seca durante 2 horas. Assim, demos uma voltinha pela Vila e não entramos no recinto do evento. Ainda pensei em voltar posterirmente, mas não surgiu mais nenhuma oportunidade. É claro que se tivesse voltado, os bilhetes seriam comprados antes de sair de casa.
Para o ano já sei!

11.12
Fomos a Leiria Cidade Natal e o Diego divertiu-se muito.

Castelo de Leiria - onde em todas as placas ele lia "Diego porta-te bem" #petasqueospaisdizemaosfilhos

16.12
Natal na Benedita...


17.12
Aproveitámos a época festiva e 30 anos depois, tivemos a 1ª reunião da Escola Primária, com direito a participação da professora. Foi muito bom voltar a ver pessoas que tinha perdido de vista e recuperar histórias e gargalhadas da infância.

22.12 
Natal das amigas...e das crianças

24.12 
Natal da Familia Santos. Este ano contabilizamos 36 membros presentes..

31.12
 Passagem do ano. Fizemos jantar para 11 pessoas, no entanto, a família acabou por debandar acabamos por fazer a virada do ano só os 3 (que era esse o plano original).

E foi isso! 2016 já era e que 2017 venha com tudo.