domingo, 21 de agosto de 2016

Meu querido mês de Agosto 2016....

Resumo das nossas "férias de verão": água, família, comida.

Piscina - Não importava que fosse com 1 ou 9 metros de diâmetro - o que importava era o D caber lá dentro.

Praia é praia, mas sinceramente este ano preferi mil vezes as piscinas. Muito mais fácil de controlar o cachopo e não há a saga da areia (que se arrasta quilómetros até casa).

Acho que já tinha referido, mas o Di não gostava de agua, fosse a do banho normal, das piscinas ou das poças de agua. 
Nunca percebi se alguma vez apanhou algum susto, mas a realidade é que, desde que nasceu não se sentia à vontade com a água. Experimentei com temperaturas variadas, mais quente, mais morna, mais fria, com bonecos, com barquinho, sem nada...you name it. A reacção não mudava e não era seguramente a melhor.
Percebemos cedo que lhe tínhamos de dar espaço e sempre respeitamos o timing dele, ao mesmo tempo que íamos incentivando e demonstrando que a água podia ser amiga e divertida. 
Com 2 anos ele não se sentava na banheira (ainda usamos a do IKEA), não fazia " chap-chap", e ficava muito nervoso com a água na cabeça. Se a esponja ou um brinquedo lhe caia na água o bloqueio activava e não se conseguia baixar para os apanhar.

...Em Junho, aconteceu o 4º milagre de Fátima e de repente para o outro começou a ganhar à vontade -,começou a mexer na água e passado alguns dias acabou por se sentar. 
Coincidiu também que na escolinha abriu a época da piscina (ou do alguidar!) e fez-lhe um bem tremendo ver que os amigos se divertiam com a água e não tinham medo.

Foi uma vitória... mas os dias de descanso acabaram! Agora é um esforço tremendo para o tirar a água e mesmo quando está roxo de frio, não dá o braço a torcer e diz sempre que "está bom". 

O Diego tem o mês inteiro de Agosto de férias da creche.
Tivemos de nos revezar, mas tirei 15 dias de férias (inédito), sendo que 1 semana conseguimos estar os 3 juntos.

Este ano, não "saímos" novamente. 
No ritmo biológico do Diego, há uma coisa que é absolutamente "castradora": as sestas. 
Ou seja, ele tem mesmo necessidade de dormir de tarde e sestas muitos longas. Se estiver em casa, dorme das 12h30 às 16h30.
Tentámos equilibrar as saídas com as dormidas e quando a sesta era mais curta ou no carro, ficava chato, mas mesmo chato. Às vezes esquecia-me que ele afinal de contas só tem 2 anos e 4 meses e não tenho o direito de lhe alterar assim as rotinas. Tenho de respeitar o ritmo e as necessidades dele. 
Assim, tentamos conjugar sestas, com disponibilidade, orçamento e boletim meteorológico. 

Apesar de ter sido "por aqui", foi bom e até deu para esquecer e perguntar "que dia da semana é hoje".

Não tenho registo de todos os sitios onde fomos, mas aqui ficam alguns:


São Pedro de Moel




 Piscina do quintal do "Xixeno"




Nazaré

Foz do Arelho


Além disso, fizemos outras actividades extra água.

Parque das Nações - Lisboa

Teleférico
Oceanário de Lisboa

Parque das Caldas da Rainha

 Constância
 E acham que ele se importa com estes "dói-dóis"? Nem pia. É como se não fosse nada com ele.

Óbidos

Pia do Urso

Recomeço a trabalhar amanhã - 2ªf dia 22.08 e as próximas 3 semanas vão ser "tramadas". Prevejo horários bem malucos e pouco tempo com os homenzinhos, mas posso dizer que estas últimas 2 semanas foram de qualidade.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Férias 2016

17.08.2016 Um dia das nossas férias.

Mais um ano de "staycation". Aproveita-se como se pode.
Pela primeira vez, resolvi editar um video. Não ficou top, mas foi engraçado de fazer.

O dia foi bom e espero que tenha ficado na memória do D. Caso não tenha ficado, posso sempre reactivar com o video.