quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Coisas da blogosfera...

O meu pai sempre disse: "os incomodados que se mudem".

Quando vou parar a algum blog com o qual não me identifico ou não gosto, é mesmo isso que faço, mudo-me. Faço ESC e fica o assunto resolvido.
Atenção que até pode ser bastante bom dentro do seu estilo, mas se é um tema que não me interessa minimamente, não perco tempo com isso. Convenhamos que não ia gastar energias a ver blogs de automóveis ou de bicicletas, assim como o meu homem, não ia gastar as dele a olhar para o meu blog (a sério! ele sabe que eu o tenho, mas nunca manifestou qualquer interesse em ler o que escrevo).

Apesar disso, reconheço que, por mais ESC que eu faça, há coisas que me cansam nesta blogosfera:

.A uniformização das criticas (reviews): Uma marca lança um produto. Nesse dia, todos os blogs do género, fazem um post a propósito disso. Se passamos de um blog para outro, o mais certo é vermos a mesma foto... de um ângulo diferente. 
O pior é que uma pessoa deixa mesmo de acreditar no que se diz sobre os produtos. Será que o blogger gosta mesmo e a crítica é isenta, ou aquilo até nem é muito bom, mas ele não quer dizer mal da marca que patrocinou o fds, o tratamento, o alimento... ? Não é por em causa a idoneidade da pessoa, mas sim saber até que ponto foi uma crítica/opinião  condicionada;

.Os blogs que só repassam textos, imagens, pensamentos de outros blogs, sem acrescentar sequer alguma coisa de "seu". São os blogs "pessoais", mais impessoais de todos os tempos.
Metem os créditos do texto em letrinhas pequenas e as pessoas.que lêem acabam por pensar que o texto é da pessoa que o postou (quando esta só fez um copy past). Acho que não é mau partilhar o que se gosta, mas se o fazem, devem evidência os créditos! Quando me aparecem à frente, tento passar ao lado, mas apesar de não ser nada comigo, mete-me "azia";

.Os blogs que parece que vivem à cata da discussão e tecem opiniões sobre os textos alheios, gerando avessas discussões entre os defensores das partes. Isto remete-me também aos que tecem comentários no anonimato "só para picar" e não se chega a conclusão nenhuma. Fujo a 7 pés!!

.As bloggers que passam de blog em blog a deixar a mesma mensagem: "é a primeira vez que venho e gostei " e ainda deixam o link do seu blog abaixo do comentário, em jeito de"me segue, vai!?". A sério!?! É daquelas coisas que nos deparamos mesmo sem querer e se a ideia é que sigam o blog e o insiram nos blogrolls, pelo menos podiam dar-se ao trabalho de ler um post e fazem um comentário pessoal sobre o assunto. Para isto não tenho mesmo pachorra. 

Confesso que tenho saudades de outros tempos, em que os comentários eram uma extensão do próprio post e se trocavam ideias.
Relativamente a mim, como leitora, até gostava de comentar mais (nunca por frete, obrigação ou favor!), mas por vezes, conseguir ler o post já é um ganho e outras vezes, o tema até me interessa, mas os blogs são mais populares, e não estou para levar com espiadelas desnecessárias.

Acho que uma das razões que me levou a descontinuar o blog anterior (cujos registros estão aqui na mesma) foi a sobrexposição. Eina!mas era assim tão famoso? Não!...mas talvez fosse mais do que eu conseguia aguentar. Gosto de ter uma visibilidade que me deixe confortável. Ou seja, um blog onde possa partilhar um bocadinho do meu dia a dia, dar notícias às amigas virtuais (poucas, mas boas! tendo algumas passado do virtual para a realidade), fazer o meu"diário" e registar as coisas que considero importante relembrar.
Sinto que, mantendo este nível de low profile, posso continuar a dividir as minhas coisas, incluindo o meu filhote.

Fico contente de não fazer as coisas para dizer no blog , instagram ou fb, que fiz, estive, tenho!..mas é por fazer algumas coisas que gosto (ou outras que não gosto tanto) que acabo por partilhar a experiência.

Não sou muito de filosofar, mas sei lá porquê, ando a pensar nestas questões há alguns meses.

10 comentários:

  1. Eu partilho desta mesma opinião, sabes. Acho que tudo se deve à mudança de prioridades e de gostos. Confesso que também me cansa essa cena de todos os blogs falarem dos mesmos produtos e marcas, até percebo que muita gente faça do blog a forma de ganhar a vida, mas não entendo quando um blog é só publicidade, seja ela explicita ou não. para mim um blog é um pedaço do nosso coração, senão não faria asentido escrever. Pelo menos para mim não faria qualquer sentido!
    Hoje também eu falei da Leonor, não por todos o terem feito, mas porque fiquei com o coração apertado a pensar e se fosse o meu texuguinho? Olha prefiro nem pensar até fico mal disposta.

    Beijinhos e dá aí um beijão nessas bochechas fofas do teu miudo, parece ser um bebé mesmo feliz :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse malvado cancro que não escolhe idades...Já me custava ver situações dessas (antes da maternidade), mas quando li a noticia, o Di estava ao meu lado e não consegui deixar de olhar para ele, suster a respirar e pedir a Deus que ele não não me dê uma provação tão grande.
      Acho que todos sentiram, mas também tenho consciência que quem é pai, sentiu de uma outra maneira porque se pensa sempre " e se fosse o meu"?
      "O melhor do mundo são as crianças"...para mim é verdade, porque são elas nos ensinam a definir as verdadeiras prioridades da vida.

      Acho que o cachopo é mesmo feliz...ou isso, ou é tontinho :)

      Eliminar
  2. Eu leio sempre os mesmos blogs, como se já conhecesse as pessoas que neles escrevem... De tempos a tempos lá calha conhecer um ou outro blog novo, mas cada vez mais raro.

    Beijinhos lulu, e ao pequeno D.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que ainda somos "da velha guarda". Podia não ser melhor, nem pior, mas certamente que era diferente.
      Mesmo alguns blogs "novos" que tenho descoberto têm um historial bem antigo, mas que mantiveram a "verdadeira essência" e ficaram longe do mediatismo. São pessoas que escrevem porque querem, quando querem e sobre o que querem :)

      Eliminar
  3. Também concordo. O blog para mim é o "Meu querido diário ", tem de ser pessoal senão não faz sentido. Mais do que opiniões, exponho muitas vezes sentimentos e é como se limpasse a alma, não conseguia fazer de outro modo.
    Das coisas que falaste, o que mais me irrita mesmo são os comentarios tipo "me liga vai", sem alusão a nada do que escrevi. Nunca liguei nem fui...
    Os chuchus - nunca comprei, só mesmo dado. Os de compra não, mas os caseiros vêm cheios de picos na casca e custa a descascar. E pelo menos os caseiros ao descascar largan uma espécie de cola que só com luvas os descasco. É um martirio, mas não os vou deitar fora. Nunca provei cru, mas a textura é tipo courgete, a comprar acho que comprava mais macios mas não moles. Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Me liga vai !!! é top :)

      Chuchu - Li o teu comentário e hoje comprei um pequenino no supermercado = 0.68€. Ver se não vai todo para o lixo :) ...para a semana experimento! Obrigada :)

      Eliminar
  4. Penso da mesma forma, por isso perdi o entusiasmo pelo meu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Umas vezes há mais entusiasmo, outras há menos...mas se o que publicas forem coisas que "te saem do coração" (mesmo que sejam as receitas!), então, o teu blog é o mais válido do mundo! Primeiro para ti, depois para os outros :)

      Eliminar
  5. Sou capaz de dizer "eu também" a todas as tuas referências. Há blogues que cansam, há outros que estão mal com a vida, e eu fico cansada disso tudo também e muitas vezes passo à frente. Gosto de blogues assim como o teu ( e não, não é graxa) e de outros assim na mesma linha.
    Neste momento nem sei o que fazer com o meu. É uma relação amor/ódio. Hoje dei com o teu ultimo post da "velha" Lu ( que nessa altura eu já cuscava por lá). Podia fazer um novo recomeço... E tenho algumas perguntas para ti... onde compras a massa folhada com - 30% de gordura? Fiquei a salivar com a tarte de maçã.
    Tenho mais perguntas :) Mas essas vão com tempo. E entretanto já mudei o assunto do teu post :) Sorry :)
    Beijinho Lu e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Sei que não é graxa, porque não me pareces do tipo de mulher que "faz fretes" :)
      Acho que se passa muitas vezes pela fase amor/ódio, mas sinceramente, desde que recomecei (há mais de 1 ano) ainda não tive uma fase dessas. O blog tem a importância que tem naquele momento. Uns dias mais, outros menos... Confesso que atualmente nem publico tanto porque tenho o tempo canalizado para outras coisas, mas ideias não me faltam! Pena que não posso ligar o cabo do PC à cabeça :)

      Massa folha -30% = no Continente!..daquela linha "Equilíbrio" que eles têm, mas ultimamente não tenho visto por lá.

      Podes perguntar o que quiseres...Lá está! O que eu gosto no blog é isso: mudar de assuntos, desenvolver ideias, trocar opiniões...Não ficar só no "gostei" :)

      Eliminar