segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Roupa na gravidez

Nota: Alguns dos posts que tinha escrito em Outubro 2013 foram apagados. Uppsss. Suponho que a culpa tenha sido minha e tenha feito isso através do telemóvel. Aproveito agora para refazer o post sobre as alterações de "guarda-roupa" durante a gravidez e por isso, algumas fotografias são repetidas por aqui.
Já estou pronta "para outra" e ainda ando a publicar coisas da gravidez, mas são coisas que não quero esquecer.

Setembro e Outubro 2013

Consegui usar as mesmas calças até Outubro, mas depois começaram a apertar e deixei de me sentir confortável. 
Relativamente a "partes de cima", precisava mesmo de investir em básicos - independentemente da gravidez - e por isso, resolvi comprar camisas na "Primark" e pensei que também seriam ideais para usar na Primavera/começo de Verão, especialmente se estivesse a amamentar, uma vez que tinham um bom decote e botões. 
Durante 2 meses (até começar a fazer mais frio) foi a "fardinha da banda" por estes lados. 








A meio de Setembro, em jeito de precaução, comprei umas calças pretas na "HM" com a cintura semi-subida - dará para vestir mesmo depois de parto. No entanto, no final de Novembro começaram a apertar na barriga...e como não estava para sofrer, foram postas de lado.
03.11.2014
Com praticamente 16 semanas, precisava de alguma coisa confortável para levar a um batizado, mas não queria gastar muito dinheiro. Por 29.95€ foi o ideal, já que o efeito tulipa dava espaço para a barriga.

O melhor investimento da gravidez: 2 pares de calças iguais da "HM". 
Cada um custou 39.95€, mas foi o dinheiro mais bem empregue de sempre. Desde que as comprei foi só o que usava: veste, lava, passa, volta a vestir. O "decote" subido dá um conforto excepcional; são bastante macias e strecht - fiz os exercícios do 2º modulo das aulas de parto com elas vestidas e conseguia na perfeição (com aquele horário, não tinha tempo para trocar de roupa).
Antes da gravidez vestia o 40/42 de calças (e 36 na parte de cima!). Obviamente que as ancas não diminuíram, mas surpreendentemente não aumentaram muito e não passei do 42.
(Nota pós parto: começo a desconfiar que o volume acumulado nas ancas quer permanecer por aqui....)


A parte de baixo acabou por ser sempre estas calças que depois ia conjugando com camisolas básicas de algodão (preto, branco, azul) - também "Primark" - e com casacos de malha.
30.10.2013


20 semanas.


Para a viagem a Amesterdão, tive de ir mais agasalhada e com mais camadas e não larguei os cachecóis e lenços.




...e quando a Primavera retornou continuei a usar os casaquinhos (que parecia terem encolhido). 

31.03.2014

06.04.2014 - 37 semanas
A minha camisola "Mickey Minnie" acompanhou-me sempre.

Resumo relativo à roupa: propositadamente para a gravidez só comprei 3 pares de calças. Todo o resto que adquiri nestes 9 meses, foram pensados para usar no pós parto...e depois, fui-me remediando com o que já tinha. Ficava tudo mais justinho na barriga, mas dava na mesma.
Desde os 18 anos, sou eu quem paga a minha roupa e estes foram os meses da minha vida em que menos comprei coisas para mim e não me faltou nada! Foi um "vira o disco e toca o mesmo", mas desde que não estivesse sujo, não me importava.

9 comentários:

  1. Ai Lu, como te percebo, a minha roupa também foi assim, comprei 3 pares de calças e uma saia na H&M e algumas blusas da colecção normal nas primark, depois comprei uma saia de gravida na la redoute e esteve feita a minha roupa de gravida, os vestidos usei os que tinha e os que comprei foram de materiais que esticavam para poder usar agora.
    E assim se fezo guarda roupa de gravida, já guardei tudo e coube em meia caixa, tive uma boa gravidez mesmo em aumento de peso foi muito soft. ah já me esquecia e comprei 4 fatos de banho, não queria andar com a barriga ao léu, mas 3 deles eram da coleção normal da H&M, ou seja, já os usei este ano :)


    Agora quanto à questão da sopa, olha andei a pesquisar, ouvi várias opiniões e acabei por não comprar nenhuma, comprei apenas uma panela de pressão... Mas para já não a usei muito pois a sopa dele leva batata e eu não como sopa com batata e tenho optado por fazer a sopa dele fresca todos os dias, ou seja, utilizo só uma panela pequenina e assim vario os legumes todos os dias.
    Mas a maior razão para não ter comprado essas maquinas foi o seu custo e as vezes que a iria utilizar, eu sou um pouco ceptica em relação a algumas coisas e não acho que aquilo me fosse ajudar muito porque o que mais trabalho dá é lavar e cortar os legumes, meter a cozer é simples e depois ralar também. Uma dica que te dou é que arrumes os legumes prontos a cozinhar quando os compras ou quando te dão, mas sem congelar, por exemplo o coração e a alface duram bem uma semana cortados sem perderem o sabor original, assim perdes menos tempo a fazer a sopa. e depois é uma questão de se organizarem, por exemplo cá em casa quando chegamos brincamos um pouco com ele depois o pai vai dar-lhe banho vestir-lhe o pijama e eu vou fazer a sopa e o jantar e jantamos todos ao mesmo tempo.

    Mas se calhar daqui a algum tempo a ainda me vais ouvir dizer que comprei uma coisa dessas, às vezes também me rendo à publicidade :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela rápida resposta :)

      A minha questão prende-se mesmo com os nossos horários e no "tentar rentabilizar o tempo". Provavelmente serei eu a fazer tudo: ir buscar à creche, tratar do jantar, brincar, dar banho...Se o homem chegar a casa antes das 21h estou com sorte :) e por isso, não posso esperar por ele para me ajudar, já que o Diego não se deverá deitar assim tão tarde.
      Ainda esta semana, estive entretida com o cachopo - banho, cremes, vestimentas e afins...e quando dei por ela já tinha uma panela queimada. Foi diretamente para o lixo porque nem lavada se salvava.
      Como da parte da manhã também serei eu a despachar tudo (o homem vai trabalhar às 7h00) não terei muito tempo disponível.
      Normalmente já uso a panela de pressão para sopas e estufados, mas para fazer uma mini sopa não me parece prático...; a preparação dos legumes também já faço, especialmente com a alface ou há sempre aquela preguicite que se instala quado estamos com pressa. #desculpashamuitas
      Até tinha pensado em adquirir umas daquelas baby cook, mas custam à volta de 100.00€ e só dá mesmo para aquilo, por isso é que estou a equacionar a outra que sempre dá para mais coisas.
      Não me quero precipitar que o investimento ainda é grande. Vou andando e vendo como corre :)

      Eliminar
    2. Oh pá, tinha um comentário pronto e foi ao ar, que nervos!!! mas foi basicamente isto:

      Também andei a ver as maquinas pequenas, mas achei mesmo que não serviam para grande coisa, porque o tempo em que o miudo come assim tão especifico é muito curto... Afinal quando faz 1 ano começa a comer da nossa comida, com as devidas alterações, não lhe vais dar sopa da pedra e coisas assim, lol
      Pensa bem, porque se o teu homem não te pode ajudar assim tanto se calhar até é uma boa ideia, porque queimar sopas não é uma boa solução e temos que ver que quando ele adormece, no final de um dia de trabalho, o que te vai apetecer é fazer o mesmo :) Não há muita vontade de ir para a cozinha!
      Eu agora caio na cama que nem um pato é só encostar a cabeça na travesseira.
      Olha a 40 and Fashionista, no meu blog respondeu-me que achava muito util a bimby ou coisa parecida principalmente para as sopas, lá está, depende de cada um e do uso que se dá às coisas, por exemplo pouco depois de ter casado pedi de prenda uma maquina de café toda XPTO ao marido (custou cerca de 400 euros), porque eu adoro café e sempre tive maquina em casa daquelas que moi o café e tudo. Para mim foi um optimo investimento, dou-lhe imenso uso, sempre que vem lá amigos eles adoram o café e assim, mas para muita gente era um investimento desnecessário. Lá está tudo depende do uso que dás :)

      beijo, espero ter ajudado!

      Eliminar
    3. Pior do que queimar a panela, é escrever um comentário enorme e aquilo ir ao ar! Fico "p da vida" quando isso acontece :(

      Estive a ler sobre a Bimby, (que fica excluída por falta de verba), Yammi e afins, mas ainda não cheguei a conclusão nenhuma...As sopas vão começar no final deste mês e veremos como corre :)

      Eliminar
  2. Se calhar por já estares "pronta para outra" é que andas a pôr estas fotos... ihih ;)
    Gostei muito do vestido do batizado, estavas muito gira.
    Quanto à tua pergunta lá no blogue, olha, não sei como fazer isso! lol Deve ser algures nas definições? Acho que já uma vez tentei e não encontrei, não sei se será dos modelos do blogue.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahh. Fui ao teu blog ver se lá tinhas deixado comentário ao meu comentário :)
      Escrevi depois:
      Penso que está relacionado com o tipo de comentário. Se fores às DEFINIÇÕES/MENSAGENS E COMENTÁRIOS/COMENTÁRIOS/LOCALIZAÇÃO DE COMENTÁRIOS...deves ter "Janela de Pop-Up", porque quando vimos deixar comentários, abre a janela. Eu tenho INCORPORADO e os comentários ficam debaixo do post. Acho que talvez seja por aí...Not sure! "

      Eliminar
  3. Acho que fizeste muito bem em nao comprar muita coisa e eu vou fazer o mesmo, são só uns meses e depois fica tudo arrumado.Ate agora só comprei umas leggings porque eram mto baratinhas e conto usa las no Inverno. ;) beijinhos

    ResponderEliminar
  4. As minhas férias começam amanhã às 18:30, mas planos já ando a fazer há que tempos :)
    Eu também comprei só 2 pares de calças de grávida que fizeram os 9 meses completos, para cima eram camisolas e t-shirts com elasticidade, não tive problemas em continuar com a roupa normal.
    Quanto a estas questões das sopas nos comentários, se me posso intrometer, conto-te o que fazia. De inicio fazia sopa para duas vezes e deixava no frigorífico, sem problemas. Mais para a frente já fazia uma sopa maior e congelava em porções individuais. A minha filha não gostava de farinha de pau (nem sei se agora os médicos continuam a aconselhar dar isso), mas adorava açorda, então o que eu lhe fazia muito e ela gostava era cozer legumes e peixe, por exemplo, e no fim juntava um bocadinho de pão. O que acontecia é que o pão engrossava e dava uma cremosidade extra à sopa e ela rapava aquilo tudo!
    A Joana Roque da Economia cá de Casa fez há pouco tempo um post sobre as sopinhas dos bebés, não sei se viste, mas achei interessante. Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Farinha de pau?? esse nome é muito sugestivo a piadas! Tive de googlar para ver o que era :)
      Vou cuscar o post da Joana Roque. Obrigada pela dica...e se não "falarmos" antes, boas férias!!!

      Eliminar