Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2014

Modernices que dão um jeitão...

Imagem
Nota para a MK...e para outras grávidas/mães - espero que o post possa dar algumas ideias. Nota geral - oh não! mais um post de bebés!!!!
A minha mãe diz que no tempo dela não havia nada...mas eu acho que se agora há, o melhor é aproveitar. 
Alguns produtos serão versões modernas de coisas já existentes, mas sou da opinião que só devemos comprar o que acharmos que vamos MESMO utilizar. Os bebés são todos diferentes (tal como nós) e o que resulta para uns, pode não funcionar para os outros.  Se não houver ninguém que possa emprestar para utilizar continuamente (especialmente nas coisas mais duvidosas e caras) tentem arranjar emprestado apenas para experimentar. Comprar e não usar, faz mal ao bolso e à alma! 
Termómetro de banho e casa Termómetro da "Avent". 
Uso nas duas vertentes: para ver a temperatura da casa e da água (flutua). No hospital, os enfermeiros diziam-me:  "vê a temperatura pelo pulso". Isso é muito bonito e torna-se realidade... depois de umas semana…

Chegou o Verão!! (ou não???)

Imagem
Durante uns dias, o calor apoderou-se de Portugal e eu rejubilei com isso. Acho que as pessoas ficam mais bem dispostas com o sol - deve ser efeito da serotonina!
Como ainda não vou à praia "fazer praia" (só mesmo passear!), o estaminé foi montado cá em casa. Vantagem de ser vivenda com muros altos e de ter espaço: posso andar com pouca roupa; posso montar uma piscina enorme de um metro de diâmetro...mas que  para sentir a presença da água e me ir refrescando dá perfeitamente; posso estar com a depilação por fazer que não me vou sentir mal....; posso fazer tudo isto que não sou incomodada, nem "mirada" (a menos que os paparazzi venham de helicóptero!).  De pernoca ao léu é tão bom!!! Conseguir ler/ver alguma coisa exta bebés, faz-me "respirar outros ares" e ganhar energia. Não tenho comprado muitas revistas. Tento escolher uma ou duas por mês e agora só compro em versão "travel size/pocket" - fica mais barato e é mais fácil de manusear (ainda a…

Exercício Físico na gravidez e no pós parto.

Imagem
Até às 10 semanas de gravidez o exercício andou muito parado por estes lados. Falta de energia, dores ligeiras no baixe ventre quando me esforçava mais, mesmo em simples caminhadas. O meu objectivo era não ter problemas, não era arranja-los. Sabia e sentia que, quando fosse tempo de retomar o exercício, o meu corpo ia dar o sinal verde. Depois da 11ª semana, as coisas começaram a normalizar, o sono retomou os níveis normais, a energia deu o ar da sua graça e as dores (impressão) diminuíram.
Numa conversa de cabeleireiro, o meu interesse pela hidroginástica surgiu. Em certas coisas sou um bocado intempestiva. A ideia surge e tem de ser logo executada. No dia útil seguinte, fui logo saber pormenores nas piscinas municipais e meteram-me à vontade para fazer uma aula experimental para ver como me sentia - e no dia seguinte lá estava eu - com um fato de banho comprado 1 hora antes e de touca com 8 anos (mas muito bem conservada!); Fui conversar com a professora e explicar a minha situação…

O nosso 10 de Junho 2014...

Imagem
Desde que soube que a Joana ia conseguir publicar o seu "primeiro filho" a tempo da Feira do Livro, que pensei em ir lá demonstrar o meu apoio, trazer um "Queques que enchem a Alma" para casa e aproveitar para ela conhecer o D.
Depois da chegada do cachopo, dizer "eu vou", passou a ser um caso mais repensado. A logística que envolve é diferente (muito diferente!) do que estávamos habituados. Se não é um compromisso com hora marcado (como consultas), tento não apressar as coisas e dar tempo ao menino para ele acordar e fazermos a rotina normal de horários. Como era uma coisa que queria mesmo fazer, achei que valia o trabalho e esforço que isso implica para um bebé de 2 meses. É claro que não vou meter o meu filho numa redoma (ou chega à creche e fica logo doente!), mas levá-lo para lugares públicos, com muita gente, muito barulho, muitos solavancos, muitas diferenças de temperaturas... não deixa de ser uma agressão, quer física, quer psicologicamente.
O D…

A vida como ela está.

Imagem
Não tenho dado noticias porque...são mais do mesmo!
Apetece-me escrever sobre outras coisas não relacionadas com o mundo dos bebés e das mães. A realidade é que neste momento na minha vida, pouco há mais do que isso. Os planos vão sendo feitos diariamente. Entre comidas, xixis, limitações financeiras...a vida do dia a dia não se tem alterado muito.

Os últimos dias até têm estado jeitosos (é melhor não gabar muito ou isto ainda vira!), mas durante 2 semanas tivemos tempo cinzento, chuvoso e ventoso. As saídas de casa não apeteceram e evitaram-se.
Os itinerários têm variado tão pouco que dei por mim em piloto automático, a fazer o caminho para o posto médico/aulas pós-parto (ficam na mesma rua) ...quando queria ir para o supermercado (nada a ver!).
Em relação ao Diego: já está com 54 dias (o preciosismo continua!) e felizmente que as cólicas assolapadas deram tréguas. Experimentei tudo o que sabia e o que recomendaram (coisas mais ou menos plausíveis!) e não sei se houve algum elemento…