quarta-feira, 26 de março de 2014

3 anos longe do açucar

Como já mencionei anteriormente, o processo de redução/extinção da ingestão de açúcares, não foi um decisão planeada (tipo : "vai ser para o resto da vida"). Já passaram 3 anos e simplesmente aconteceu de uma forma natural. O meu corpo não me pede esse tipo de açúcares e eu sinto-me feliz assim. 

Posso entrar numa pastelaria e nem olho para os bolos nem doces. Mas faço de propósito?
Não...mas aquilo não me diz nada e não por isso, não posso dizer que faça esforço. O meu cérebro desligou de uma tal maneira o que tornou as coisas muito mais simples. Penso que o processo é similar ás pessoas que deixam de comer carne, mas que nunca pensaram: "vou ser vegetariana!" Vai acontecendo e nós deixamos acontecer.

Mas não comer "açúcares" fez parar as oscilações de peso durante estes anos? 
Não. Ainda que fossem menos notórias, não deixei de ter ups and downs no peso.
Quando estou ansiosa ainda desconto na comida - se bem que de uma forma bem mais moderada e controlada - mas nessas alturas ataco na fruta, no pão, na proteína...basicamente em tudo o que me sabe bem, que tem a conotação de "saudável", mas que não é isento de calorias. No entanto, só pelo facto de não ser açúcar puro, fica muito mais fácil de quebrar o ciclo.

Em 2012, este foi o texto que escrevi: 1 ano livre de açucar.

Quando os colegas de trabalho souberam que estava grávida começaram a perguntar: "e se a meio da noite te apetece um bolo ou chocolate, o que é que fazes?"
Eu não sabia se me iria dar algum ataque de parvoíce e por isso, a minha ideia sempre foi : "se a vontade surgir, vou lidar com essa situação na altura". O máximo que me apeteceu foi...sopa de feijão seco e a avaliar pela minha gravidez, isso de "desejos de grávida" é um bocadinho "treta"...
Eu sei que há casos patológicos, porque as mulheres querem comer coisas como...carvão ou giz!, mas a nível geral, acho que é o inconsciente do cérebro a dizer: "estás grávida, podes comer!" e as mulheres cedem. É comum a fome aumentar nas mulheres grávidas - porque as exigências energéticas são maiores - mas há um aproveitamento para se "vingar" nos açúcares.

Prazeres do fds (sem açúcar)...
 Iogurte com mirtilos, amêndoas, sementes de chia.
Panquecas de banana e um cafézinho.

Outra efeméride de Março...

Fez 1 ano que fiz a travessia da Ponte 25 de Abril - Corrida EDP. Este ano, com grande pena minha, não fui porque não me sentia preparada fisicamente e ir parar a um hospital de Lisboa não era o meu sonho!
Fica para o ano...mas a memória de 2013 continua marcada em mim... "Nossa! foi assim tão bom que se tornou memorável?" O meu joelho ainda diz que sim! 
2013
2014


O último fds deu para organizar algumas coisas mas também para descansar um bocadinho.

Coisinhas a assinalar...

Elíptica.
Repito: não ando a treinar para prova nenhuma e não me quero esforçar mais do que devo.
 Isto é mesmo para me mexer...
...mas no fim não descuro os alongamentos.
A minha técnica de atar os sapatos também é mais ou menos esta.


Sábado

 Almoço de aniversário do pai
 Jantar de aniversário da sogra

Domingo

Coisas que tenho de fazer mas não gosto, nem tenho jeito: costura.
O homem é perito em destruir fardas. O trabalho dele é muito físico e desgastante e não há calças que durem mais de 2 semanas sem precisar de remendos. Nunca tive jeito para costuras, malhas, crochets...e preferia não ter de o fazer, mas o que tem de ser, tem de ser.


E a partir de hoje, a malinha para a "sala de parto" já anda comigo. Esta mala contém aqui que é essencial para as primeiras horas depois de ter o bebé. Já ando com ela porque, comecei hoje a fazer as visitas semanais ao Hospital de Caldas da Rainha - para fazer o CTG e saber como vai a evolução da dilatação. Está tudo bem com o menino e as coisas estão bem encaminhadas.

Só fui para o Hospital depois do trabalho e apesar de não ter esperado praticamente nada, acabei por sair de lá às 20h30...cheia de fome. Precisava "fast" de "food"!...e o que me ocorreu foi mesmo o Mcdrive do McDonalds. Não ter de sair do carro e poder vir a comer pelo caminho foi tentador. Isto de eu não poder comer saladas fora de casa é bastante limitativo.
Opção que achei menos má: uma McBifana à Cervejeira. Cheguei agora a casa e fui consultar a tabela nutricional. Afinal de contas, se tivesse comido um Double Cheesburger tinha sido melhor em termos nutricionais! Para a semana já vou prevenida com comida.
   
Não é propriamente a do "Bigodes", mas estava tão faminta que deu para o gasto.

...e agora vou descansar que estou a precisar!

14 comentários:

  1. Eu andei quase um ano com as unhas dos dedos grandes dos pés negras... Este ano também não deu, para o ano, quiçá.
    Também não tenho jeito nenhum para a costura, acho que tem a ver com a minha inaptidão desde sempre para os trabalhos manuais...
    Essas papas... Que aspeto delicioso :)
    Beijinhos Lulu, está quase :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. C:,
      Para o ano vamos e encontramo-nos lá :)

      Eliminar
  2. Isso do açúcar é mesmo uma questão de hábito que ao longo do tempo va se tornando um hábito e tal como disseste em relação aos vegetarianos ou outros por ex, eu não como carne de porco desde que fui para a turquia, não por nenhuma razão especifica. Aconteceu! Quem me dera que fosse o açúcar mas também não sou fã de bolos, o meu unico pecado é por vezes chocolate e tb não pode ser qqr um.
    A marca no joelho, vai ficar aí para te relembrar da maratona, não há nada a fazer :)
    ainda bemq ue está tudo bem com o bebe, as coisas que vou aprendendo ctg, ir todas as semanas ao hospital?? Humm, isso vai mudar muita coisa na minha vida, venho de proposito de Lisboa... Beijinhos e que tudo continua a correr bem Luciana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Monika, depois das 37 semanas é usual seres seguida semanalmente no hospital onde vais ter o bebé.
      Eu fui às 36 por indicação da médica, mas fiquei mais descansada assim.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Olá Luciana, a minha médica é das Caldas, comecei aí porque em Lisboa não tinha referências. Depois na hora h, havemos de ver onde o baby vai nascer mas preferia obviamente que fosse nas Caldas :) Obrigada pelas dicas, gostei muito de amsterdão do modo de vida, aqui em essen, também temos sempre as cortinas abertas ao modo de amsterdão. Já me imagino com uma bike daquelas e com o baby. Tudo de bom para ti e para o teu bebé....

      Eliminar
  3. Olá Lu!
    Tenho-te a dizer que, mesmo sem açúcar, as tuas sobremesas/PA's têm um aspecto delicioso. E os frutos secos são sempre uma boa alternativa de snacks, sobretudo para mim, que não tenho a preocupação do "engordar", mas tenho com o valor nutricional das coisas, sobretudo agora que o desgaste calórico é grande.
    Já passou um ano desde a Meia da Ponte, Jasus!!! Como o tempo passa rápido. Essas marcas demoram imenso a desaparecer, tenho uma num braço já há dois anos.
    Também não tenho jeitinho nenhum para a costura... com pena minha, que até gosto da ideia de trabalhar com uma máquina dessas e a minha mãe ainda tem uma antiga em casa.
    Tudo a correr bem ctg e longuinho! Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rute,
      Tu desgastas muito com as tuas corridonas, podes bem ingerir calorias em quantidade suficiente, mas convém que sejam boas :)

      Costura - eu também gosto da ideia, o pior mesmo é meter em prática (e ficar alguma coisa de jeito).

      O longuinho não para de me pontapear. Nunca pensei gostar tanto de levar com os pés de um homem :)

      Beijinhos!

      Eliminar
  4. Olá Luciana :)
    Estás mesmo muito bonita! Na minha opinião, e daquilo que dá para ver, só a tua barriga é que aumentou. A tua cara continua a mesma! Linda :)

    Gostaria de te fazer umas perguntas relativas ao exercício físico que realizavas quando estavas na fase de perder peso. Fazias o exercício em jejum ou tomavas primeiro o pequeno almoço?

    Eu quero começar a fazer exercício de manhã por volta das 6h30-6h45 uma vez que é a única hora que tenho disponibilidade. Estou a pensar fazer uma caminhada/corrida com duração de +/- 1 hora.
    E o que acontece é que quando faço alguma refeição e logo a seguir vou andar a minha barriga fica super inchada e eu fico mal disposta. Por causa disto é que eu não sei o que devo comer antes do exercício ou se devo fazê-lo em jejum. Será que fazendo exercício em jejum consigo emagrecer?
    Achas que me consegues responder a estas perguntas?!
    Desde já agradeço-te muito só pelo facto de teres lido este mega comentário!

    ps: eu já cheguei a enviar-te um email a pedir-te informações sobre o plano alimentar que seguias quando estavas na fase de perder peso. Não sei se te lembras!

    Tentei enviar-te um email novamente mas não encontrei o teu email aqui no blog e também ja não o tenho na minha pasta de enviados.

    Um grande beijo,
    Daniela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Daniela.

      Sim! Lembro-te de ti :).

      Exercício em jejum ou não - isso não é muito consensual.
      Eu fazia caminhadas ou eliptica em jejum. No meu caso, desde que não fosse nada de muito esforçado e exagerado, sentia-me bem. Ajudava-me a "secar" (isso não foi na fase de perder peso). Se fosse para "puxar" e suar a sério, nunca fazia em jejum porque não me sentia bem. Agora grávida, tomo o pequeno almoço e faço elíptica a seguir.
      Raramente fico mal disposta com a comida. Posso comer antes e fazer exercício porque sei que a seguir que não fico mal disposta...
      Cada pessoa é diferente, por isso, podes experimentar fazer 30 minutos em jejum e depois ires aumentando o tempo, até ao que fazes habitualmente. Isto, só para veres como o teu organismo vai reagindo Tem cuidado se sentires quebras de tensão , desidratação ou batimento cardíaco muito superior ao teu habitual. Nesse caso, convém parar!

      Por outro lado, há pessoas que fazendo exercício em jejum, acabam por sentir mais "fome" no pós-exercício e o efeito acaba por ser o contrário na perda de peso.

      Sempre que quiseres, podes trocar impressões comigo aqui nos comentários :)

      Acho que dizem que as mulheres grávidas ficam mais bonitas...porque ficam mais felizes e por isso estão sempre a sorrir. Atesto o meu estado de patetice elevada ao máximo, mas sabe que mais? Adoro :)

      Eliminar
    2. Então, não achas que fazer em jejum acelera o emagrecimento? Eu não percebo nada destas coisas, mas leio coisas por essa Internet fora que me deixam confusa! Uns dizem que fazer em jejum ajuda a emagrecer mais rápido, outros dizem o contrário! Enfim!

      Actualmente o meu nível de actividade é zero, zerinho! E por isso vou fazer como sugeriste, começar aos poucos e ver se me dou bem em jejum.
      Há uns 2 anos( mais coisa menos coisa) eu fazia caminhadas ao fim de jantar e era aí que eu via que ficava "inchada". Então deixei de fazer. No ano passado andava no ginásio e como o meu horário só começava às 11h ia todas as manhãs Então, lá fazia o meu exercício matinal e como consequência disso portava-me bem o dia todo! Era uma sensação de dever cumprido que nenhuma "pecado" era suficientemente forte(ou delicioso) para em fazer estragar a minha dieta e o meu exercício. Com isto andava às mil maravilhas mas, no verão desgracei-me outra vez e lá fui engordando again and again! Este ano o meu horário começa às 9h e portanto não dá para ir ao ginásio (não conheço nenhum que abra antes dessa hora). Resumindo e concluindo, estou quase há um ano sem praticar exercício! E tenho de mudar isto, se não nem aos 100 anos emagreço!
      Como sinto que se fizer exercício pela manhã consigo ter um maior controlo sobre a minha mente (que isto de comer por comer tem tudo a ver com o "psicológico") é esse o motivo pelo qual me quero levantar 2horas mais cedo! Mas tem de ser! Tenho de seguir o teu exemplo :)

      Obrigado Luciana :)

      Eliminar
    3. Pois...é como te digo, cada caso é um caso. Os organismos reagem de maneira diferente e uma das coisas que ajuda ao "sucesso", é mesmo irmos experimentando o que funciona melhor connosco.
      O exercício, faz bem não só para balancear as calorias da alimentação, mas também para enviar "notificações" de bem-estar ao cérebro, que consequentemente ajuda a diminuir a vontade de "comer por comer".

      Eu gosto de fazer exercício logo pela manhã, porque realmente faz o meu dia ficar bem melhor. É mesmo aquela sensação de dever/prazer cumprido.
      Eu saio de casa às 8h10 e só retorno por volta das 19h15 (nos dias bons), mas sei que se realmente quiser fazer exercício vou encontrar uma forma de o encaixar na minha rotina. É só preciso mentalizar-me para isso.

      Só vi o teu comentário do teu mail, depois de ter publicado a resposta :)

      Sempre às ordens!

      Eliminar
    4. Quanto ao comentário do email eu percebi que não tinhas visto. Não faz mal :)
      Quanto ao exercício, está decidido: vou começar a fazer em jejum. Se vir que me "safo" bem assim, continuo. Caso contrário tomo o pequeno almoço e logo se vê. Pode ser que sendo a 1ª refeição do dia eu me sinta bem (pode não ter nada a ver mas não custa acreditar :D )

      Mais uma vez obrigado :)
      Beijinhos e até um dia destes!

      Eliminar
  5. Olha, nem dei conta que não tinhas visto o meu mail :), como nos voltámos a encontrar por aqui e me reconheceste logo... Não tarda estás com o baby nos braços, agora é um instantinho :) Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah passa depressa, passa. Depressa demais!!! É claro que o quero "conhecer", mas ao mesmo tempo, queria te-lo só para mim (egoísta!!!) e sei que quando vier ao mundo, deixa de "me pertencer".
      Já deverá celebrar a primeira Páscoa cá fora :)

      Eliminar