quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Que venha o próximo!

Desde que me lembro, sempre tive a sensação de que a passagem do ano tinha alguma coisa de miraculoso.
O dia 1 de Janeiro era o dia de perder quilos, de fazer exercício físico, de ter a casa imaculada, de acordar cedo, de estudar mais, de poupar o máximo, de ler mais, de ser mais. Talvez por causa disso, as intenções não duravam mais de meio dia. Bastava uma das coisas não correr conforme o planeado, que as restantes metas e objectivos eram logo abandonadas. Desde pequenina que fazia o mesmo: muitos planos que depois não davam em nada. Há cadernos que ainda o comprovam! Só depois dos meus "vintes e tais" é que fui assimilando que, o dia "1 de janeiro" é quando uma pessoa quiser. Para isso, basta mesmo querer!
Isto não invalida que o começo do ano não possa trazer um bocadinho do sentimento "a fresh new start", que não estabeleça novas metas para o ano que aí vem, nem que deixe de fazer a minha lista de objectivos. Eu faço isso tudo na mesma...mas já não meto "aquela" pressão num só dia para começar a fazer alguma coisa diferente. Se quero e sinto que o tenho mesmo de fazer, não espero pelo começo do ano. Faço o que tem de ser feito, quando tem de ser feito e pronto!
Acho que esta mudança de mentalidade me possibilita de ser mais conclusiva nos meus projectos e metas.

2014 vai ser um ano cheio de novos desafios - sei que é um denominador comum entre mim e algumas pessoas que me são queridas. 
Não me sinto ansiosa, mas sim esperançada...e acima de tudo com a certeza de que vai tudo correr bem. Nas adversidades há sempre uma lição apreendida, não há? Always look on the bright side.
Para o ano que vai entrar peço que a estrelinha (que me acompanha desde que nasci) não me deixe às escuras. Tudo o que já me aconteceu na vida foi uma consequência das minhas escolhas e decisões, mas também acredito que tudo teve uma razão de ser e que sempre aconteceu na altura certa por razões que me são alheias. 

Se os meus desejos para 2014 tivessem de se resumir em poucas palavras - e correndo o risco de parecer o discurso da Miss Universo ou de uma hippie - diria: Paz e Amor.
Paz...paz de espírito, paz na alma, paz na família, paz connosco próprios.
Amor...fica tudo tão mais fácil quando é feito com amor: amor pela "família" (e para mim família são os de sangue e os amigos verdadeiros), amor pela profissão, amor por nós próprios, amor pelas pequenas coisas que fazem sorrir.

Passar de 2013 para 2014 não significa que tudo fique diferente ou que aconteça de um momento para o outro! mas significa a possibilidade de mais 365 dias em que posso tentar ser uma pessoa melhor.

A passagem de ano foi feita aqui em casa, mais propriamente no nosso quintal : eu, o homem e o Pompidou - que estava cabalmente escondido debaixo da mesa com medo do fogo de artificio!
Estive a trabalhar até às 18h00 e a única coisa que apetecia era mesmo um ambiente caseiro e sem confusão. Dito e feito.

Aqui fica o resumo fotográfico (muito resumido) do último ano...

Janeiro
Trabalho ao rubro e a sentir que precisava de tempo para respirar.

Fevereiro
1 dia de férias equivaleu a conseguir tirar 4 seguidos. Fugida ao Rio de Janeiro e ao Porto com a P.
Fez-me tão bem!

Março
Veneza com o homem. Tanta chuvinha...

Abril
33 anos! I´m getting old....

Maio
Corrida Terry Fox. O tempo começa a "abrir".

Junho
Primeiro dia de praia.

Julho
Mês de cor e de descontração.

Agosto
Descobri que estava grávida.

Setembro
Mês de adaptação à nova condição. Mês de comidinhas muito boas.

Outubro
Quando só eu é que notava a minha barriguinha.

Novembro
É menino!

Dezembro
Natal, natal...

O ano não começou da melhor maneira, mas felizmente são as coisas boas que prevalecem.

É por isso que gosto de tirar fotografias e de escrever o que se vai passando. Fazer retrospectivas fica mais fácil.

Que 2014 seja tudo aquilo que desejam!

8 comentários:

  1. Cá por casa também foi a 3 :) Tudo de bom para ti neste novo ano. Beijo

    ResponderEliminar
  2. Eu também há já algum tempo que n vejo muito sentido no alarido à volta da passagem de ano. É só mais uma passagem de dia e uma oportunidade de haver festa eheh espero que 2014 seja um bom ano para ti, e que seja inesquecivelmente bom ;) beijinho e miminhos na barriga *

    ResponderEliminar
  3. A Nina já não tem medo dos pum puns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela tinha de enfrentar os foguetes para o medo lhe passar :)

      Eliminar
  4. :D Ainda bem que tiveste uma boa passagem de ano :) Eu também tive :)

    Por acaso este ano não senti aquela coisa do 'fresh new start'. Nem sequer fiz resoluções de ano novo nem nada ;) Acho que há uns anos que não faço aliás :)

    Até já :)

    ResponderEliminar
  5. Happy New Year! :)
    Cada vez mais os serões em casa são as minhas "festas" favoritas.
    "Paz" já é um conceito que engloba tanta coisa que não é preciso mais, conversa de Miss Universo ou não. ;)
    Tenho a impressão que 2014 vai ser um an memorável para ti, não sei porquê.... :)
    Beijoooos**

    ResponderEliminar
  6. Fico feliz por tu estares feliz! Um cliché, eu sei, mas não deixa de ser verdade. E sabes que mais, se calhar também sou uma hippie ou Miss Universo (quem me dera! lol) mas o que desejo para 2014 é isso mesmo: paz e amor! Não podia concordar mais contigo! Que continue tudo a correr bem Luci! Tu mereces!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Querida Luciana,
    Desejo que este novo ano te traga muita paz, amor e alegria. Que o teu menino venha cheio de saúde e tudo te corra bem. Um beijinho
    Mónica P.

    ResponderEliminar