Mensagens

A mostrar mensagens de 2014

Antes que seja tarde...

Imagem
Feliz Natal!!!!!
 Os dias passam mais rápido do que eu pareço conseguir acompanhar. As prioridades prioritárias fazem com que o  tempo seja mal distribuído, mas neste momento, não há muito que possa fazer quanto a isso. Resta-me um sentimento de culpa por não conseguir dar a devida atenção a quem merece.

Os meus votos sinceros que este seja o Natal que desejam!
Por aqui, não há férias, não há véspera...mas há o Diego - a melhor prenda de sempre. That´s all.

Hello, hello!

Imagem
Uns minutos livres. Pensei: "vou escrever no blog". Imediatamente pipocou na minha cabeça: "mas escrever o quê-se ?". A minha vida tem-se resumido a casa-trabalho/trabalho-casa. Evidentemente que dentro destas duas rubricas se passa muita coisa...mas muito pouco interessante. Nada de grandes saídas, nada de glamoroso, nada de fascinante...pelo menos para as outras pessoas.
.No trabalho: continuo a trabalhar entre 9h30 (dias bons!) e 12h/13h. Feliz ou infelizmente, o tempo não custa absolutamente nada a passar. Tenho começado às 7h50 e quando dou por mim já são 4 da tarde e só penso que ainda há tanto para fazer.
.Em casa: levantamo-nos os três às 6h10...tout le jour. O pequeno também acha que essa é a hora própria de começar com os "atás, patás, agum, atás". Como não diferencia os domingos dos outros dias, começamos com um sistema rotativo: numa semana levanta-se um e vai tratar dele, na outra semana, levanta-se o outro. Assim, de 15 em 15 dias sempre dá…

6 meses...

Imagem
6 meses de um amor que não cabe só em mim. 6 meses de um amor que não cansa.
Ser mãe não me tornou mais lamechas. Ser mãe faz-me chorar pelos motivos certos. Por conta desse amor por aquela pessoinha, aprende-se a relativizar os problemas. Não quer dizer que eles desapareçam, mas a perspectiva é seguramente diferente.

Diego

Já ajuda muito a mãe:
.se vamos ao supermercado, quer logo pegar nos sacos (acha piada ao barulho);
.se o estou a vestir, pega numa das peças de roupa e quando dou por ela, já não sei onde a enfiou;
.entre bonecos e os frascos de cremes, opta sempre pelo último;

.Está sempre em "movimento", e quer sempre o que "vem a seguir";

.Na escolinha já está apelidado de "o simpático" (o que me deixa muito orgulhosa). Adaptou-se logo bem nos primeiros dias e estou a gostar muito da estrutura e projecto global da creche;

.Fomos à consulta dos 6 meses, e estamos com 8.760kg e 69.5cm. Fisicamente bem desenvolvido e felizmente que nos outros aspecto…

Uma nova etapa: a preparação e volta ao trabalho.

Quando descobri que estava grávida e delineei os aspectos práticos, nunca equacionei tirar menos de 5 meses de licença de maternidade.  Há pessoas que não têm essa opção, mas atendendo a que iria alguém substituir-me no trabalho, não senti que isso iria prejudicar os colegas. Mais um mês, menos um mês seria quase irrelevante a nível organizacional (desde que as coisas se mantivessem como as deixei), mas para mim, a nível pessoal, fazia toda a diferença. Queria acompanhar em exclusivo, o máximo que me fosse possível. Ainda assim, pedi mais uma semana de férias após a licença. Já não dava para esticar mais depois de 22 de Setembro.

Confesso que o timing da gravidez foi perfeito : não passei o Verão grávida (=inchaço e mal estar na certa!) e só iria trabalhar depois do "ano lectivo" começar.

Assegurar os cuidados para o Diego enquanto eu estarei a trabalhar, não foi uma opção muito difícil de tomar.
Os avós ficaram logo fora de cogitação por impossibilidade. Em abono da minha …

Hong Kong, Macau e China (Guangzhou)

Imagem
Este post sobre viagens está integrado no processo de destralhamento de minha casa. Nada relacionado, mas tudo a ver!
Mapas, cartões de visita, notas...coisas que não preciso, mas que não gostaria de deitar fora sem retirar a informação mais essencial. São post que dão trabalho, porque as viagens já foram há tempos e o exercício de memória é grande...mas é uma coisa que quero realmente fazer.

Não espero que leiam o post todo, porque afinal de contas, se uma pessoa não vai viajar para um determinado destino ou se não é para contar uma experiência recente, o interesse é bem pequeno!, mas fica para o futuro.

Let´s begin...

As minhas viagens ao Oriente foram sempre a trabalho e nunca por lazer. O jet lag (diferença horária de 8 horas a +), as longas horas de trabalho, o pouco tempo livre, o cansaço acumulado...fizeram com que nunca explorasse como uma verdadeira turista todas as áreas que gostaria, mas deu para ficar com um panorama geral e voltava sempre aos "meus sítios", mes…

Ponto de situação #4

Imagem
As nossas férias:

Tínhamos feito planos e reservas no sentido de passarmos 3 dias fora de casa. Cancelamos tudo no deadline. As coisas acabaram por evoluir noutro sentido e as "férias" foram feitas cá por casa. Obviamente que, senti um bocadinho falta de "coisas de verão": praia, piscina, areia...e até senti falta daquela moleza de um dia de dolce far niente. Suponho que para o ano também haverá verão, a água estará mais quente...e o cachopo já andará. Ou seja, voltará ao mesmo mas será sempre diferente.
E aqui vão algumas provas de que o tempo passa a correr e mais vale aproveitar bem:
A primeira sopa do D.
Oi? mas nasceu ontem e já come sopa??? Quer dizer...vai comendo! Uns dias come mais, outros menos. Ainda pensei que fosse a minha sopa a não saber muito bem, mas já provou "de outros lados" e continua a não encarrilhar muito bem com o processo. Não é caso para stresses desnecessários, nem para grandes guerras: vamos insistindo, mudando sabores...Fome …