segunda-feira, 29 de julho de 2013

Coisas do meu f-d-s...


Papas de hoje - para iniciar bem a segunda feira.

O fim de semana foi diferente do que é o meu "normal". Casa ficou por limpar e nem me preocupei com isso.

Na sexta à noite - chazinho com a Joana.
Chegamos ao café, as mesas ainda estavam vazias e tudo calminho. O tempo foi passando e quando saímos....tudo cheio - café e esplanada. Pessoas que eu nunca tinha visto e muitas miúdas que faziam ode ao "20": com 20 anos (ou menos), com saltos de 20cm - a dar com a idade - e com mini saias a condizer - também de 20 cm!. Quem pode, pode!...mas faz-me sentir velha.

No sábado...trabalho de manhã e divertimento o resto do dia.
Passei a tarde com uma amiga (e com a amiga da amiga) Foi muito bom rever a V. passados 7 anos. Na essência, está a mesma mas vais madura.

À noite, cinema com o homem - "Wolverine". Acho que é um filme dispensável, mas serviu para entreter e passar uma noite um bocadinho diferente.

Domingo: voltinha de bicicleta com o homem.
16.3 Km - 1:06:17
O km 16 é também o Km 1.
O P. teve de fazer algumas paragens técnicas à espera do caracol (me,me, me!!!)

Depois disso, fui buscar as "amercianas", enquanto o P. fazia grelhados para o almoço. Depois disso, fomos a Lisboa deixar uma delas no Aeroporto. Passagem rápida pelo supermercado do "El Corte Inglés" e casa. O homem fez-me companhia, mas ficou a achar que elas eram um bocadinho malucas! Acho que prefere aqui a portuguesita!

Deu para desenferrujar o inglês, reviver o passado e....pensar que realmente há histórias que davam um filme. 

Curiosamente, foi um fim de semana tão bem "vivido" e corrido mas não tirei fotografias. 

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Mais uma dieta da moda...

No sábado, depois de fazer uma voltinha de bicicleta de 1 hora, refastelei-me a lanchar e a passar os olhos pelas revistas. 

Nota: andar de bicicleta e tirar fotografias ao mesmo tempo, não é muito prático.

Depois de dietas da lua, do sol, das cores, descobri mais uma dieta da Moda! Todas os anos, aparece um tratamento que propõe resultados milagrosos e rápidos. Esta é mais uma que vem e que vai.
Eu não como com a boca dos outros, nem eles com a minha. Não palpito os regimes alheios (a menos que me perguntem). Acho que cada qual deve de decidir o que é melhor para si tanto a nível físico como mental.
No entanto, não me parece nada equilibrado, fazer o nosso organismo passar por um jejum (ou semi jejum) 2 dias em cada 7, porque nos restantes 5, "pode comer livremente batatas fritas, bolachas, bolos". Não duvido que se perca peso e que se volte a ganhar à mesma velocidade, mas não se perde também saúde?
Não me estou a referir a casos de perder uns 5kg - já que para perder este peso bastará um um mês e pouco- mas sim a casos de excesso de peso e de obesidade. Normalmente é este "público alvo" o mais vulnerável a acreditar que a vida vai mudar porque há uma nova dieta que promete resultados na balança em menos de nada.

Há maneiras mais equilibradas de se fazer uma reeducação alimentar.
Procurar um nutricionista ou aconselhamento junto do médico de família. Tentar promover a saúde e apostar na educação alimentar das crianças - mas aqui os pais têm que desempenhar um papel activo. Talvez porque a minha educação alimentar desde tenra idade, sempre foi muito pobre...ou rica demais em bolachas, bolos, chocolates- sei que sou muito sensível a estas questões. As acções dos adultos influenciam diretamente a vida das crianças e se conseguirmos dar um exemplo melhor, porque faremos pior?

Parte ainda pior...esta "dieta" é obra de um Médico. Joana, eu sei que não irias fazer isto!



domingo, 21 de julho de 2013

Domingo bom!

Depois de uma noite de insónia desalmada, às 6h30 levantei-me. Já que não conseguia dormir, fui fazer coisas úteis (passar a ferro).

O pequeno almoço só veio por volta das 8h00 e não me apetecia pão, nem papas de aveia.
 Solução: Panquecas!

...com tudo de bom: farinha de trigo integral, farelo de aveia, linhaça, sementes de papoila, queijo philadelphia light, ovo e mel.

Ainda deu tempo de ir a Caldas da Rainha, dar uma voltinha que contou como exercício.

Parque Dom Carlos I - Caldas da Rainha

 Jardim Romântico do Século XIX - criado em 1889 e posteriormente remodelado em 1948.

 Esta zona está interligada ao Hospital Termal que deu nome à cidade. Conta a história que a Rainha D.Leonor, mulher de D.João II, após ter experimentado os beneficios das aguas termais da localidade, mandou construir um hospital, tendo-se formado uma povoação circundante que ficou conhecida como "Caldas da Rainha".

 O Parque está, na sua maioria, bem cuidado e tratado. Há no entanto paredes com graffitis desconexos e sem arte...mas sei que é difícil andar sempre a limpar os "Amo-te Bruna".
É animado durante o dia com: campo de ténis, esplanada, coreto, barcos para alugar e fazer uma passeiozinho no lago (é mesmo "inho" porque é pequeno). Podemos imaginar a burguesia de outros tempos, a passear com as sombrinhas e a bebericar um chá.

Reparei também numa aula de ginástica ao ar livre - creio que estava integrada num centro de spa e ginásio - mas desenvolvem-se bastante atividades físicas e culturais ao longo do ano.
Para além disso, encontramos um edifício lindíssimo, que poderia ser recuperado para Hotel ou para Museu. Mantendo aquela arquitectura, era sucesso garantido. Dentro do Parque também está localizado o  Museu José Malhoa, pintor português do século XIX. 


Apetecia-me ficar mais tempo a passear... mas tinha marcado um compromisso prioritário:

A comemoração do 3º aniversário da....


Almoço, Lanche, Jantar (porque o que comemos devia dar para isso!)...

Foi aqui:

Casas da Gralha - em Casal de Vale de Ventos - Serra d´Aire e Candeeiros.



sábado, 20 de julho de 2013

Let´s talk about food.

Os diazinhos têm sido corridos. Não há tempo nem energia para grandes preparações. Pouco tempo passado em casa. Tudo o que tiver uma etiqueta ao jeito de "grab and go, mas saudável", é uma opção viável.

Encontrei este paozinho "qualquer coisa thin", (o saco já foi à vida, mas penso que se referia à espessura), com base integral e de sementes.   
Ando apaixonada pela minha frigideira nova. É verdadeiramente anti aderente (e é uma marca barata do E.Leclerc) Não apega, mesmo sem usar azeite. Eu estava acostumada a um recipiente todo riscado que já só usava anti aderente de nome!
Esta omolete ficou finíssima como um crepe. Consegui dobra-la em 4 na perfeição.

Joana, não pude deixar de pensar em ti! A tua relação com as ditas cujas já está melhor?

Pão thin com omolete de salsa, alface e tomate.


Outro elemento que não pode faltar: Atum!
"Ai de mim que não tenho nada feito!" Vai lá buscar uma lata de atum ao natural que qualquer coisa se vai arranjar.
Para mal dos meus pecados: o meu homem que não é esquisito (não é ironia, é mesmo a sério), não gosta nem de Salmão, nem de Atum. Conseguiu logo acertar em duas que eu realmente aprecio e que se preparam rápido.

Patê de atum:
*1 lata de atum ao natural;
*1 colher de sopa de philadelphia light;
*cebolinho a gosto.

É só misturar tudo e fica maravilhoso. Não é preciso maionese, nem mais gordura.
É bom para dipar com palitos de cenoura...

....e para fazer outra sandocha:
(Fotografia tirada à hora de almoço. Nota-se a presa)

Outra coisa rápida : saladas frias.
É juntar o que está no frigorifico e saborear!
Couscous integral, feijão verde, salmão com sementes de sésamo, milho, cenoura, tomate cherry.


No fim de semana passado, desgracei-me no talho do supermercado. Não trouxe nada que se visse e a conta foi grande!

O meu organismo andava a pedir-me carne vermelha.
Vontade satisfeita que não sou vegetariana.
Para colmatar todas as carências, o festim  repetiu-se na mesma semana.
Bifes de Vaca grelhado. 
Em cima, com penne integral e bróculos.
 Em baixo com salada de espargos verdes.

E os mirtilos? Grandes e bons!

O despertar tem sido repartido entre pão e papas.
Se penso que vou comer pão ao almoço ou jantar, faço as papas. Assim não fica tão repetitivo.


Já falei de comidas, já estou contente.

Andei a rever e editar posts antigos - blog anterior - e realmente, em relação à comida eu gosto de: fazer, fotografar, comer...e publicar para memória futura. Não é uma questão de ser uma diário alimentar porque não tiro a 30% das coisas, mas sim a boa sensação que aquilo me transmite.
...e qualquer dia compro uma Reflex!

domingo, 7 de julho de 2013

Eu gosto é de cor...

Eu sou uma mulher feliz se tiver cores na minha vida. Se tiver uma comida com cor, ainda melhor!
Jantar de sábado - chocos grelhados com couscous integral com pimentinhos, grão e sementes de abóbora; saladinha de tomatinhos cherry miniatura.
Vi no LIDL e como sou uma criança em ponto grande, não resisti. 
Uma caixinha só com miniaturas, tanta cor, por 1.79€... Veio comigo para casa.

Ao almoço já tinha feito os couscous simples - que é uma coisa maravilhosa que só demora 6 minutos a preparar sem trabalho algum - e acompanhei com um ovo biológico de duas gemas.  

Mas nem sempre consigo fazer pratos como gosto...quem olhar para esta fotografia, pode pensar que a salada é em especial para o bronze. Cenoura e Tomate = betacaroteno. 
Obviamente que não está em nada relacionado com o facto de ser o almoço de sexta feira e do frigorifico estar com bastante espaço livre e sem mais nenhuma opção.

Acessório magnifico que comprei: um vaporizador de azeite.
Por mais simples que possa ser, tive de procurar bastante para encontrar um que realmente funcionasse. 
Os vaporizadores que haviam no mercado eram vocacionados para líquidos menos espessos e quando aplica no azeite, o resultado era pouco satisfatório. 
 A peça tem 5 anos de garantia. Se avariar para o ano, duvido que me lembre disso!

Como a idade já não ajuda, ando a tomar alguns suplementos para minorar os efeitos do meu envelhecimento precoce. Apesar de ter uma alimentação com  grande variedade (e quantidade!) o meu organismo deve ser muito consumista e acho que o aporte diário só através dos alimentos não deve de ser suficiente.
Omeprazol - acalma a minha gastrite (que já conclui que tem mais origem nervosa do que bacteriana). Foi o médico de família que receitou;
Magnésio - foi o homem que descobriu esta marca e andamos os dois a tomar. Que romântico! Ajuda a combater o cansaço, recuperação muscular e a combater as câimbras. O Dr tinha-me receitado "Magnesona", mas não me dei bem devido ao seu alto teor de açúcar;
Glucosamina - para ajudar os meus joelhinhos - foi o Ortopedista que receitou;
Óleo de Salmão - comprei tomei e gostei do resultado a nível cerebral, mas parei a meio porque a minha pele andava mais oleoso..... A culpa não foi só deste óleo... mas sim o resultado da junção do óleo de salmão com as oleaginosas em excesso - frutos secos! Parei com os excesso e retomei as capsulas.

 Literatura de praia - Em espanhol.

O tempo no sábado estava estupendo.
 Saímos da Benedita com 36ºC. Chegamos a "Supertubos" com 27ºC. O vento não batia muito forte e o ar não estava irrespirável.
Quem me conhece sabe que eu gosto mais de sol na areia do que de água, mas a verdade é que fui ao banho 3 vezes. Em alguns verões que só fiz praia por aqui, cheguei a estar o ano inteiro sem molhar o pezinho. 

Ainda mais estranho que isso...estou a escrever este post às 3 da manhã. 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Domingo - Repetição de Praia

No sábado, a praia estava tão boa que me fez ficar com vontade de repetir.

Às 8h perguntei ao homem : "vamos hoje à praia?". Resposta: "não sei"...e voltou para a cama.
WTF??? Em vez de ficar ali a remoer, tomei o pequeno-almoço, despachei-me e às 8h45 fiz-me à estrada.

Temos de aproveitar todos os bocadinhos que o tempo não é mesmo certo.
A semana passada, às 19h estavam cerca de 27ºC. Hoje estavam 15ºC. Não é a mesma coisa.

Rute, o teu pedido ao São Pedro veio com 24 horas de atraso. Devia estar num fuso horário diferente.
  

Digam lá que a cor da água não é parecida com as ilhas paradisíacas?
 Vá!!! Também não vou exagerar...mas se comparar com a água de São Martinho de Porto tem muito bom aspecto, não tem?

9h20
Vantagem de ser das primeiras a chegar à praia: escolher o lugar de estacionamento mesmo em frente ao sitio onde ia ficar.

Vi um areal imenso e despovoado e pensei em aproveitar para fazer a bela da caminhada.
Hoje doem-me os gémeos. Sinal que fiz alguma coisa!

Na ida a praia estava semi deserta. No retorno o cenário era um "mar de gente". Já que estamos em clima de praia, usamos termos apropriados.

Como sou uma menina com compromissos e consciente dos males do sol, às 12h arrumei a trouxa e fui almoçar a casa da minha mãe.

Coisas à parte...e nada a ver com nada:

A semana passada quando fui às Caldas da Rainha, descobri na Rua das Montras, uma Drogaria nova - "Schlecker".  Possivelmente já lá está há anos, mas para mim, atrasadinha como sou, é nova!
Os preços não são tão baratos como a Alemanha, mas arranjam-se umas coisinhas diferentes.

Não resisto a miniaturas...


O meu ferro de alisar o cabelo pifou! Tenho de começar a sondar o mercado para investir numas placas novas. Se alguém souber de alguma pechincha com qualidade, queiram avisar.


Cremes - estes foram feitos para preguiçosas como eu.
São feitos para aplicar no duche.
O "Regina di Rose" da "Lush" é efetivamente caro...mas quando o comprei o da Nívea ainda não tinha saído. Tem a vantagem de ser feito de produtos naturais, supostamente sem aditivos e um cheirinho mimoso.
Relativamente ao "Nívea" -  pelo preço é bom.
Evidentemente que não sentimos a pele tão hidratada - pelo menos em profundidade - como se aplicássemos creme fora do banho, mas é uma opção para "lucianas".


Sinto falta de meter umas boas fotografias de comidinhas! É para a próxima...