sexta-feira, 6 de abril de 2012

Uma coisa a que sou bastante má…

…a relaxar!
Os meus planos para hoje eram: não ter planos. Acabei por me levantar bastante tarde 9h30, mas fiquei na cama a ronhonhar (dormir!) com o homem. Levantei-me, tomamos o pequeno-almoço, porque entretanto ele também se levantou, e fui ver o filme (porque acabei por não ver ontem há noite).
Eu tenho gostos “estranhos” para a maioria das pessoas - gosto de Pedro Almodovar  e de Woody Allen. Acho que já os vi todos. Alguns acabo por não gostar tanto, mas sinto sempre uma certa empatia.
O “Meia Noite em Paris” foi bastante satisfatório. Para além de nos mostrar Paris e as suas particularidades, a questão de fundo é o facto de pensarmos que estaríamos melhor se vivessemos noutro lugar e noutro tempo. Como nos filmes cor-de-rosa, o protagonista descobre no fim que, apesar do passado nos ensinar muito, é no presente que temos de viver. Não posso concordar mais! Por acaso, nos últimos dias tenho reflectido nesta questão: o que somos hoje deve-se ao que fomos ontem, mas também ao que queremos ser amanhã. É hoje que temos de pensar se o que fazemos é bom para nós e essa decisão pode ser um reconhecimento do que já nos aconteceu ou de escolhas que fizemos anteriormente. Evidentemente que esperamos que as escolhas de hoje se reflictam positivamente no amanhã. Isto aplica-se tanto na alimentação como na área profissional ou nas relações pessoais. Aplica-se na vida!

E posta a reflexão, andei pela net enquanto fazia o almoço e comecei a pensar que sou muito má a relaxar. Senti-me um bocado perdida por não ter planos e pensar: posso aproveitar o tempo para isto e para aquilo e amanha já fico mais livre (porque vou trabalhar da parte da manhã) …
Não sou fundamentalista e não programo todas as coisas ao minuto, mas admito que me custa viver sem ter as coisas minimamente planeadas.
Pronto! Já tive o meu dia de dolce far niente, mas fiquei com a sensação de não ter feito nada de produtivo. A repetir só daqui a alguns meses.

Manhã:
- Vi filme “ Meia noite em Paris”
- Fiz almoço 
Tarde:
- Lidl e Mini Preço
- Pesquisas sobre o alojamento em Madrid
- Tive a visita da Cris e da Nina
- Fiz jantar
- Vi filme “ Drive"  

...e voltei a acender o recuperador de calor - era isso que o tempo estava a pedir.




See you ladies!!!


10 comentários:

  1. Ai hoje precisava mesmo dessa lareirinha. Fogo, que já tornei a vestir a camisola interior e estou enrolada na manta do sofá. Beijo

    ResponderEliminar
  2. Já somos duas! também não tenho jeito para relaxar. Mesmo que o corpo esteja parado, a cabeça está a mil.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. A nível de filmes temos gostos em comum. Ainda não vi o meia noite em Paris, mas será um dos próximos...
    Relaxar também é uma das lições que tenho a aprender. Ainda esta semana numa situação de stress em que senti o corpo tremer, calores insuportáveis como resposta instantânea, pensei no quanto me faço mal! Temos mesmo que aprender a relaxar!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. às vezes estamos tão habituadas à nossa rotina e ao stress do dia a dia que quando aparece um dia que foge um pouco e não temos coisas destinadas para fazer ao longo do dia parece que se fica um pouco perdida... pelo menos é o que me acontece :p Mas temos de arranjar alguma forma de conseguir relaxar, é fundamental! Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Sair da rotina é realmente difícil! Eu quando não tenho o dia mais ou menos planeado, parece que não me corre bem. É estranho!
    Ontem ainda olhei para a lareira :)
    Beijinhos
    Boa Páscoa

    ResponderEliminar
  6. eu gostava era de relaxar menos... faço-o de mais... deixo as coisas a andar... para mim as 9:30h é muito cedo para acordar a não ser que esteja em aulas... ainda hoje acordei as 15h... terrível...

    ResponderEliminar
  7. Eu sou boa a relaxar, o problema é que ao final do dia estou com a mesma sensação que tu, que não fiz nada!
    Não tens gostos estranhos, tens bom gosto! Para mim estranho normalmente é bom ;)

    Beijinho e Boa Páscoa!

    ResponderEliminar
  8. Olá Luciana!

    Muito obrigada pelos teus comentários. O teu blogue já é uma inspiração (já te sigo há mais de um ano!), e os comentários são sempre uma mais valia :)

    Eu acho que, mais cedo ou mais tarde, vou ter de tomar uma atitude como a tua, de abolir completamente as bolachas e os doces. A verdade é que na maior parte das vezes não me consigo controlar e acabo sempre por comer mais do que o que devia. Eu compreendo perfeitamente quando dizes que preferes não comer uma bolacha ou provar um doce, porque sabes que depois podes não parar. Só me falta a coragem para tomar essa atitude!

    Vê se aprendes a relaxar, de vez em quando faz bem :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  9. Fizeste lembrar-me a minha mana qd disseste que não eras boa a relaxar ;)

    Boa Páscoa querida!!
    Também quero ver o Meia Noite em Paris e tb voltei a acender o recuperador :))

    beijinhos

    ResponderEliminar