Avançar para o conteúdo principal

O começo do f-d-s...

Ontem, acordei a meio da noite com barulho de fundo. Só passado um minuto é que percebi o que era: VENTO. Um horror de ventania!  Este tempo é inimigo do meu cabelo e das minhas mãos. Por mais creme que se ponha andam sempre secas.
Quando sai do trabalho às 19h10 estava um calor estrondoso! Mas alguém entende isto!?

No trabalho, fui surpreendida… sem mais nem porquê as calças rasgaram-se. Eu sei que o tecido já estava fraquinho, mas podiam ter aguentado até ao final do dia! E lá fiquei a tarde toda incomodada, na esperança que não se rasgassem ainda mais e que eu fosse apanhada com as calças na mão...

Almoço: sopa de legumes ; 40gr de massa integral (em crú) com carne de vaca à bolonhesa; salada de alface e tomate

Na 5ºf tinha feito uma panela de sopa e como não quero que se estrague porque este f-d-s só vou fazer o almoço de sábado em casa, levei a minha sopinha para comer no jantar de aniversário do pai. Como estava "em casa" ninguém estranha as minhas coisas!

Comportei-me bem : não repeti a dose porque já não tinha fome (normalmente, quando as coisas me sabem bem como foi o caso, o meu comportamento é comer até mais não!); deixei passar ao lado os gelados.

O arroz mais parece de delicias do mar, mas fui mesmo eu que tirei os camarões para o prato do meu homem porque não me apetecia descascar! Lazy!!!!

Esta é a massa integral que tenho usado ultimamente. Há marcas mais saborosas (um pouco mais caras…), mas cá na terra, só se arranja desta :

Molho de soja – em conversa com a Joana sobre o molho de soja, lembrei-me de vos fazer a seguinte apresentação:

Este molho da "Ramazzotti" é bastante bom. Foi o que usei durante muitos anos. Desde a minha primeira ida ao Oriente que fiquei fã deste ingrediente e fica tão bom em legumes, como em frango ou peixe. Quando uso molho de soja, já não meto sal. Atenção a isto, que da primeira vez a experiência não correu muito bem!
Há algum tempo, descobri o molho de soja light da "Amoy". É mais ligeiro, mais aguado e menos espesso. Como a minha tendência é para meter mais do que devia, este é perfeito para mim.
Este dois molhos são importados de Hong Kong, por isso, o sabor é bastante "original".

E agora vou continuar com as lides domésticas...

Bom f-d-s a todas!! 

Comentários

  1. Acontece a todas :PPP dizias que era calças da moda :PP
    Molho de soja, uso BASTANTE e adoro.

    BOM FIM DE SEMANA

    ResponderEliminar
  2. Putz,é sempre assim esses imprevisto so acontecem qdo estamos fora de caas rsrs. Lu querida te achei de novo! deletei meu blog e criei outro(again)e agora to recomeçando de novo na luta com a bá desde as festas q tava super deixada. Mas peloq vejo vc continua super bem com seus pratinhos super apeteciveis. querida um beijo grande bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Olá Luciana, ja sigo o teu blog á algum tempo, e admiro como consegues, levar uma alimentção tao certinha,gostando tanto de doces e hidratos (como dizias no inicio do blog).
    Eu tambem sou como tu, quando ando ansiosa vingo me na comida , e depois os kgs aumentam e depois fico triste, e depois por isso volto abusar, enfim torna se um ciclo vicioso.
    há pessoas que não conseguem compreender isso,compreender que por vezes a comida acaba por ser um refugio.
    Resumindo, estou com 68kg , estou a tentar emagrecer ja perdi 4kg, mas está dificil controlar a ansiedade, uma vez que deixei de comer massa, arroz, batata e acho que ja sinto falta disso....
    Continua assim, és sem duvida uma inspiração para pessoas como eu.
    beijinho e obrigada
    (Dsculpa o testamento)
    Maria

    ResponderEliminar
  4. olaaa

    bem..que inicio tão atribulado ahah malditas das calças eeheh

    alimentação? sempre muito bem =)

    bom fim de semana!!

    beijoo

    ResponderEliminar
  5. Lu, usas os molhos de soja para que temperos?
    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá Luciana :D

    A mim o café também me ajuda nas dores de cabeça, principalmente associado ao Brufen. Por outro lado, como detesto tomar medicamentos (sim, acaba por ser irónico) acabo por recorrer à minha fiel amiga: a botija de água quente! Como as minhas dores de cabeça são de tensão muscular no trapézio não há nada melhor para combater a contracção muscular do que o calor :D

    Já vi ambos os molhos de soja à venda. Cá em casa (cá em cima) também se usa o light, mas porque tem menos sal (e o meu pai já foi operado ao coração).

    Por acaso eu já pensei em começar a comer arroz e massa integral, mas a minha nutricionista não os aconselha no meu caso. Basicamente porque os produtos integrais tendem a diminuir a absorção dos nutrientes (porque têm mais fibra e arrastam mais água), o que no meu caso (como por tendência estou mais para o lado do limite inferior do peso ideal) não seria muito apropriado. Por outro lado, como pão e flocos integrais e não sinto necessidade de aumentar a minha ingestão de fibras, por isso também me tenho mantido assim ;)

    Beijinhos e tem um óptimo Domingo :D

    ResponderEliminar
  7. Realmente não sei o que se passa com o Sr. S. Pedro! Ontem a meio da noite acordei com tanto vento que tive que ir desmontar o estendal e trazê-lo para dentro de casa, e estava um calor estranho.
    Também tenho duas calças em risco de rasgarem. Dai a urgência em encontrar calças. eheheh
    Beijinhos
    Bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  8. Acho q tenho p ali um molho de soja mas nem me lembro dele. A ver se retomo esse hábito. Beijinhos

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Um caso cabeludo...

Como é do conhecimento geral ( ou não!), a minha "área capilar" é dos sítios onde mais dinheiro tenho investido. Isto desde 2000 e troca o passo...
Sabem quando as mulheres se sentem invejosas com alguma coisa no corpo de outra mulher? Pois...a coisa que eu mais invejo é uma farta cabeleira e ver cabelos novos espetados a nascer! Esqueçam lá as coxas trabalhadas e os braços definidos! Se eu pudesse açambarcar alguma coisa de outra pessoa, era um cabelo mais farto.
Com a gravidez, não dava para fazer grande coisa, já que a maioria dos produtos eram contra indicados. Estava perfeitamente mentalizada que só iria retomar os tratamento lá para Outubro (supostamente seria quando deixaria de amamentar). Como as coisas tomaram outro rumo, deixou de haver razão para não atacar o mal pela raiz!
Alguns dias depois de ter parado a amamentação por completo, voltei aos cuidados capilares. Durante a gravidez o cabelo andou "o normal". Não senti "aqueles" benefícios tod…

Cuidados da pele - Rotinas e ácidos "The Ordinary"

Não sou dermatologista, nem facialista, nem especialista de coisa nenhuma, por isso a informação deste post reflecte a minha experiência pessoal e o que tenho pesquisado e lido em publicações que considero fidedignas.
Se me falassem há uns anos de "peeling" ou achava logo que era uma coisa muito radical e por "exfoliante" entendia que era aquela pasta dolorosa tipo "areia com agua". Com as pesquisas, fui entendendo as coisas de uma maneira diferente.

Adoro ouvir falar quem sabe realmente sobre produtos e explica as coisas de maneira que os leigos entendam. Recomendo vivamente duas senhoras que trabalham na "beauty industrie" : Caroline Hirons (UK) e  Stephanie Nicole (US) .

A minha pele da face sempre foi "boa". Não tive grandes crises de acne, nem marcas muito visíveis e sempre suportou confortavelmente as minhas oscilações de peso. Nos últimos anos, tenho-me preocupado mais com a qualidade da pele e menos com a maneira de disfarçar as im…

Hormonas e os seus efeitos colaterais

A queda de cabelo é um grande problema que tenho. Na realidade sofro de alopecia androgenética, ou seja "calvice tipicamente masculina". Vou controlando a situação com tratamento: gotas + pílula Diane 35 + Androcur. Este medicamente é o meu milagre e o meu desespero! Na Bula: "O Androcur é um medicamento hormonal que bloqueia o efeito de androgénios...; tem influência favorável em situações androgenodependentes, tais como crescimento excessivo de pêlos no hirutismo (NOT ME), perda de canelo (alopecia androgenética)..."(ME, ME!!!) Não é nada de alarmante porque me acontece SEMPRE que retomo o tratamento. Já tenho esta prescição há uns 3 anos e depois de alguns meses, faço uma paragem que acaba por coincidir com as alturas em que consigo andar mais equilibrada na balança.Tive de retomar o tratamento, mas estou expectante de que esta fase de adaptação, que costuma durar uns 3 a 4 meses, passe depressa. Os efeitos secundários em mim e que estou a sentir agora: Tensão Mamá…