terça-feira, 29 de novembro de 2011

Mudanças...

   Sem que nos vamos bem apercebendo, as nossas pequenas mudanças vão ficando intrínsecas no nosso estilo de vida.
  Comecei este processo de Reeducação Alimentar há 11 anos e as mudanças foram sendo graduais e com alguns revés! As coisas não são assim tão lineares e não se muda tudo de um dia para o outro.
Não me lembro a última vez que: bebi refrigerantes, meti açúcar em alguma coisa, comi batatas fritas..., aliás nunca fiz fritos em minha casa, e nos últimos anos só comi mesmo quando não tive outro remédio (exemplo - peixe frito em casa da sogra em que retirei a crosta e só comi o interior!)
  Na última festa familiar do meu homem, a irmã dele perguntou "não querem levar bolo para o pequeno almoço?". Eu confesso que fiquei com uma expressão aparvalhada. Para já, não como bolos há 8 meses e depois, bolo ao pequeno almoço?! O nosso corpo vem de um jejum tão prolongado que agora me parece totalmente ilógico que se possa dar tantos açúcares em jejum! Há uns anos atrás, provavelmente não teria recusado, nem me passaria pela cabeça pensar o que o meu corpo precisava ou não.
  Agora, a minha pequena mudança está centrada na mudança de qualidade dos hidratos de carbono, e atenção que, por ser integral não quer dizer que tenha menos calorias!:
Pão - escolho com menos farinha branca possível. Sou eu que faço grande parte dele, por isso, sei os ingredientes que uso!;
Massa - tenho comido integral, ou como alternativa "tricolor", de espinafre e cenoura;
Arroz – Integral "Uncle Ben´s", que coze num instante e por isso vale o dinheiro que se paga! Gasto mais no arroz, mas poupo na electricidade!
Batatas- como quando fazemos peixe, mas na sopa já diminui. Batata doce não é uma opção para mim, porque encaro como um "docinho" e não como alimento de uma refeição principal.

...com arroz integral

 ...pão de cereais

...esparguete integral

9 comentários:

  1. fazes muito bem! são óptimas escolhas ;)

    ResponderEliminar
  2. Olha sabes que os nutricionistas dizem que a melhor altura para comer um bolo é ao pequeno-almoço? E que se for nessa altura, não faz mal nenhum?

    eu nao sei se é vdd, mas parece-me q sim tb!

    ResponderEliminar
  3. hmm bolo ao pequeno almoço é um pouco agreste x)Mas sim, há uns tempos atrás acho que nem me faria grande impressão.. Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Pizza, que me perdoem os nutricionistas, mas não concordo (e a minha nutricionista também não). Açúcar refinado e farinha branca não devem de ser grande coisa para dar ao corpo depois desse jejum, mas é como tudo! as opiniões podem-se dividir!! :) beijos

    ResponderEliminar
  5. A verdade é que levamos a vida a agredir o nosso corpo sem ter noção disso. O bolo ao pequeno almoço normalmente não me faria grande diferença, mas pensando bem, deve fazer um mal terrível! Nada como pensarmos bem com a cabeça e não com o estômago.

    ResponderEliminar
  6. Gostei deste post!

    Aliás, como é hábito!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Ainda bem que conseguiste fazer essas mudanças :)


    Vou adicionar-te à lista dos meus blogs amigos e venho visitar-te sempre que possa! :D

    Podes visitar o meu tmb, please?

    http://omundochamapormim.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Tens feito uma alimentação espectacular e se o marido também alinha e não se importa dos cortes de açúcares e fritos, melhor ainda!
    Força!

    ResponderEliminar
  9. Eu às vezes nem comento com os meus pais ou com os meus sogros por exemplo algumas coisas que faço porque as pessoas não compreendem que estamos a tentar não nos agredir tanto e até nos olham como se fossemos maluquinhas. Beijo

    ResponderEliminar