segunda-feira, 29 de novembro de 2010

É Natal, é Natal...

Já montei a minha árvore de Natal, mas não comprei nenhum adereço novo, por isso optei por reunir o que tinha em tons de dourado e simplificar as coisas. Este ano não me sinto voltada para o vermelho...

domingo, 28 de novembro de 2010

A descer...

E a minha cozinha tem estado a esta temperatura...
Para resistir a ligar o aquecedor a óleo só penso: " não sou accionista da EDP! Eu pago aos accionistas..."

sábado, 27 de novembro de 2010

Para um cafézinho quente...

Tenho levado o termo e a caneca térmica para o trabalho. Assim posso ir bebericando para me manter quente. Vicissitudes da estação!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

“Harry Potter e os Talismãs da Morte- Parte I”

No passado fim de semana fui ver o “Harry Potter e os Talismãs da Morte- Parte I”.
Vimos todos os anteriores, e o homem parecia mesmo ansioso por ir. Andamos 80Km (40Km para cada lado) só para lhe fazer a vontade. Crianças, adolescentes e o meu homem (eu só por arrasto) disseram “presente” na semana de estreia, porque as duas salas (bem grandes!) estavam cheias na sessão da tarde.
É um filme que se vê bem, mas fica-se com a sensação de mais do mesmo, e a Parte II não deverá ser muito diferente.
Nota - Uma das minhas personagens mais queridas e engraçadas, o Dobby, morre.
Imagens retiradas da internet.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

“Robin Wood”

Vi em dvd na passada semana. Talvez não estivesse com disposição para este tipo de filmes, mas a verdade é de que não gostei muito. Aprecio os protagonistas – Russel Crowe e Cate Blanchett, mas achei um filme chato e sombrio… (próprio da época, eu sei!)
Imagens retiradas da internet.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"Camisola confortável"

“Confort Sweater”
Eu tenho aquela camisola que visto até mais não porque me transmite “aquele” conforto.
A sua aquisição remonta a 4 de Novembro de 2002 e foi feita numa GAP de Boston. O dia estava tão frio e eu não me tinha precavido bem, que acabei por a comprar e vestir logo. Há 8 anos atrás, ainda não havia as “Quechua” em Portugal, por isso foi uma espécie de novidade para mim. Custou 29,50 e ainda guardo o ticket.
Acusa muito desgaste e já está muito fininha, com direito a queimadura na manga (feita na lareira), o aspecto não é o melhor, mas continua a ser um dos meus bismos. Acho que é daquelas peças de que dificilmente me vou desfazer, e olhem que eu não sou saudosista…


sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Pompy III

No sábado passado, passei a manhã de volta do meu cão. Dei-lhe banho e lá fomos os três à Senhora Doutora. Desta vez, o homem teve de ir comigo, porque o Pompidou já pesa 21,100kg mas comporta-se como um... wild animal, afinal só tem 9 meses! A visita ao veterinário foi rotineira- levou a vacina contra a raiva e um microchip. Lá se foram 50€!
Na 3ªf fui fazer o registo dele à junta e já é "cidadão" da Benedita! Assim, o seu número de chip seguirá para os serviços centrais e se ele se perder, já é possível identificarem-no. O reverso da medalha é que, se ele se lembrar de andar a fazer asneiras, sou eu que sou responsabilizada! Por isso... Porta-te bem Pompidou!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

"Príncipe da Pérsia"

Vi em Dvd. Gostei.  É bastante fantasioso, ou não fosse inspirado num video game, mas tem uma história engraçada e que flui bem. Além do que gostei da química dos protagonistas.
(Eu a fazer comentários a filmes e livros sou mesmo muito boa! Mas, ou gosto ou não gosto, e às vezes é difícil de comunicar os porquês...)
Imagens retiradas da internet.

domingo, 14 de novembro de 2010

"The Social Network"

Fui hoje ao cinema com o meu homem. Recomendo. Vi  e gostei.
Parte preferida- todas em que entravam os gémeos Winklevoss.... Gosh! O Armie Hammer é tão "corpolento" que dói.
Parte incompreensível- Como é que o Mark Zuckerberg conseguia andar sempre de chinelos de praia quando estava a nevar e um frio de rachar? Mas há americanos que não "jogam com o baralho todo"...


Imagens retiradas da internet.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

As minhas viagens.

Vou no terceiro passaporte da minha vida (que ainda se mantém virgem), mas já tive a possibilidade de fazer alguns "passeios" pelo mundo. Terei numa agenda as datas correctas registadas, mas, mais ou menos, será isso:
1997- Londres (viagem de finalistas do 12ºano que incluíu as minhas melhores amigas)
2000 a 2005- Paris (diversas vezes a trabalho)
2002- Boston e Nova Iorque (2 semanas sozinha)
2005 a 2009- Hong Kong (perdi a conta), China (pelo menos 11x) , Macau (1 x) (sempre a trabalho)
2006- Londres (com o meu homem)
2007- Munique (fizemos escala lá e deu para conhecer a cidade durante uma manhã de gelo e neve!)
2008- Palma de Maiorca (com o meu homem)
2009- Paris (com o meu homem)

Este ano, não saí do país, o que não acontecia há 10 anos. Se senti pena? Nem um bocadinho. Foi um ano perfeito para estabilizar. Para o ano logo se vê, mas se sair, que seja a passeio!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

As últimas...

E quando o derradeiro par de calças finalmente nos serve, ficamos contentes! São da “Mango” e até gostava de me ver com elas, mas só as usei poucos meses porque, desde final de 2008 que não as conseguia enfiar. Hoje fiquei satisfeita de terem servido sem grande custo! Algumas peças ficaram em stand by tanto tempo, especialmente calças, que até parece que tenho roupa nova. Em tempos de crise, não é mau.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

"The Blind Side"

Vi em dvd no último f-d-s. História muito "americana", mas gostei.

Imagens retiradas da internet.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Prioridades da Vida...

Olhando para trás vejo que as minhas prioridades se foram alterando consoante a minha idade. Se na casa dos 20´s eu dava muita importância e destaque à minha actividade profissional e a uma vida mais consumista, agora com os 30´s, vejo claramente que o mais importante para mim são a família e amigos, a minha casa e a saúde.
Sinto-me na fase em que para conseguir ir para o emprego de cara alegre, tenho pensar na minha casinha e dos momentos que poderei estar com as pessoas de quem mais gosto. São estes bocadinhos que me fazem realmente feliz e que contribuem para a minha estabilidade que combate a alimentação emocional.
Se antes não olhava ao que gastava nas “Zaras”, “HMs” e todas as outras, agora penso muito se realmente me faz falta e não poderei esperar um pouco mais para a aquisição, porque tenho outras despesas que o ter uma casa própria implica.
Mas honestamente, acho que sou mais feliz agora do que era com uma camisola de cada cor e feitio, porque sinto que estou a construir alguma coisa.
Em relação à família, sempre fui muito apegada, e raramente faltei a um domingo em casa da avó, mas desde à um ano, quando os meus avós ficaram pior de saúde, acho que ainda houve mais união e sei que tenho uma sorte danada de ter tios e primos assim. È esse o conceito de família que quero para mim. Sei avaliar isso, porque da minha família paterna não há qualquer relação afectiva e acho isso tão triste.
Vai-se lá saber porquê, mas hoje acordei a pensar nas minhas prioridades actuais…