sexta-feira, 2 de julho de 2010

"The Brooklyn Follies" de Paul Auster.

Acabei de ler ontem à noite. Já o tenho desde que foi lançado, e ainda o levei uma vez em viagem (porque encontrei lá dentro um recibo antigo em chinês...), mas à uns dias sentei-me na minha biblioteca, estiquei a mão e comecei a desfolhar e a embrenhar-me. Foi o começo de momentos de prazer.
"Há um toque de magia nos acontecimentos do dia-a-dia que Paul Auster relata" The Times.

Sem comentários:

Enviar um comentário